#STAYHOME || Como Poupar Durante a Quarentena

Fotografia de @spanic e montagem em @canva

Infelizmente, para além das preocupações com a saúde, em muitas famílias existe uma quebra acentuada de rendimentos. Vai ser necessária muita ginástica financeira e fazer esticar o pouco que há, algo que qualquer português já é profissional. 


Planear as refeições com o que temos

Para básico mas antes de planear as refeições da semana o ideal é abrir cada um dos armários ou fazer uma visita à despensa. Desta forma aproveitamos os ingredientes que temos em casa - e não gastamos em compras - e evitamos saídas desnecessárias. Existem diversos partilhas de receitas simples e práticas durante esta altura, destaco os meus favoritos Jamie Oliver, Filipa Gomes, Rosa Cardoso e Ann-Kristin. A chef Ann-Kristin está inclusivamente a desenvolver uma iniciativa em que vocês dizem o que têm em casa, e ela sugere uma receita. Se não souberem o que fazer, aproveitem.


Desperdício Zero

Não é fácil, é verdade. Se por um lado existem pessoas que estão habituadas a viver com pouco e são reis na arte do aproveitamento, por outro lado existe quem se habituasse a um estilo de vida mais despreocupado que, provavelmente, será difícil de manter. Porque não fazer uma geleia com as cascas e caroços que sobraram quando fizemos uma tarte? Que tal usar aquelas febras que sobraram do jantar de ontem para fazer umas febras de vinagrete? Ou usar aqueles dois pedacinhos de frango que sobraram e que "já não dão para nada" para fazer uma quiche, omelete, arroz de frango no forno ou uma carbonara meio inventada?


Adeus, stand-by

Para quem fica em casa certamente que vai poupar em combustível, no entanto vai, muito provavelmente, ver aumentar a sua conta de luz. É normal, mas vamos tentar que esse aumento seja o mais pequeno possível. Sempre que desligarem um aparelho, desliguem no botão e, se possível, desliguem da tomada. Se a luzinha estiver ligada o aparelho continua a consumir energia, mesmo que seja pouca, portanto garantam que isso não acontece.


Moratórias no Crédito Habitação

Quem teve quebra nos rendimentos, não tem atraso no pagamento das prestações e não tem dívidas à segurança social ou às finanças, pode pedir a suspensão da prestação relativa ao crédito habitação. Ou seja, até dia 30 de setembro não paga a prestação do crédito habitação, mas o período do seu crédito aumento os meses que esteve sem pagar. Ou seja, se suspender o seu pagamento durante 6 meses e ainda faltarem 10 anos para o crédito terminar, vão passar a faltar 10 anos e 6 meses. 


Crédito Consolidado

É assustadora a quantidade de créditos que muitas famílias têm. O crédito da bimby, o crédito do carro, o crédito para os eletrodomésticos, o cartão de crédito que se foi gastando e, sem saber como, tem o plafond todo utilizado. Uma opção para reduzir o s encargos mensais poderá ser recorrer ao crédito consolidado e juntar todas as prestações numa só, reduzindo assim o encargo mensal. A GoldFinance é uma empresa que oferece essa possibilidade e faz uma simulação gratuita e sem compromisso. O facto de fazerem uma simulação não vos obriga a nada, e até podem não gostar das condições oferecidas, mas certamente que não faz mal experimentar.


Vocês têm alguns conselhos que queiram partilhar? Estão a conseguir poupar durante o período da quarentena.

Comentários

  1. Nesta fase, sinto, todas as dicas de poupança são bem-vindas!

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho a sorte de não ter qualquer dívida nem empréstimos, o que é mesmo uma grande dor de cabeça que não tenho, mas acredito que existem muitas pessoas a estar com a "corda no pescoço" neste momento. Nesses casos, espero mesmo que estas tuas dicas lhes sirvam e ajudem, que fácil não é.

    ResponderEliminar
  3. obrigada pelo comentário <3
    tens aqui ótimas dicas :D

    www.pinkie-love.com

    ResponderEliminar
  4. Great and useful tips in this difficult time.
    I am trying a quite wise in spending :)

    Kisses

    ResponderEliminar
  5. acho que todas as dicas que mencionaste são muito importantes mas também acho essencial que as pessoas se preocupem com o consumo da água, lavar as mãos os 20 a 30 segundos SIM, mas com a torneira fechada. também diria para não se precipitem a renegociar créditos, seguros, contratos de telecomunicações, etc, porque muitas vezes parece uma situação mais vantajosa que a longo prazo acaba por não ser bem assim.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário