5 Motivos Pelos Quais Quero Continuar a Viver Em Casa da Minha Mãe

Fotografia de Roberto Nickson
 
Ontem partilhei convosco que a minha vida profissional vai sofrer uma alteração e, dependendo da localização da agência onde vou ser colocada, essa alteração pode obrigar-me a sair da minha casa e a regressar só aos fins-de-semana. Sei que pode ser algo aliciante e extremamente atrativo para muitos de vocês mas não é, de todo, algo que estava nos meus planos ou algo que eu deseje.
 
1) A minha mãe é a minha melhor amiga, e não é a distância que vai mudar isso, obviamente, mas gosto do nosso convívio diário, das conversas e do apoio que somos uma para a outra.
 
2) Tenho dois irmãos mais novos, um homenzinho de 21 anos e uma princesa de 12 anos. Não precisam propriamente que eu lhes agarre a mão até adormecerem mas sempre fiz questão de estar presente e de os apoiar no dia a dia e não é algo que gostasse de mudar.
 
3) Os dias são sempre melhores com eles. O dia no trabalho pode ter sido uma desgraça, a instituição onde faço voluntariado pode estar virada do avesso, posso estar a ter mil e um problemas com a minha equipa, mas sei que quando chego a casa tenho sempre os melhores beijos e abraços à minha espera e o conforto que eles me dão dá-me a certeza de que tudo vai ficar bem.
 
4) Consigo poupar e contribuir. A minha mãe pode ter todas as dificuldades do mundo, mas nunca nos exigiu nada financeiramente. Gosto de contribuir e ajudar, como ela sempre me ajuda a mim, mas faço-o dentro da minha vontade e das minhas possibilidades, sem qualquer valor estipulado ou sentido de obrigação. Faço-o com gosto, porque somos uma família e porque entendo que é assim que deve ser e, mesmo assim, consigo poupar.
 
5) Estou no meu espaço. Posso chegar e estar à vontade e terminar o meu dia perto das pessoas que mais gosto.
 
E vocês, preferiam ficar em casa ou sair?

Comentários

  1. Viver sozinha foi o melhor que me aconteceu para poder crescer.
    Atualmente vivo com o noivo e é maravilhoso.
    Já não conseguia viver com a minha mãe.

    ResponderEliminar
  2. Por um lado, há essa questão do desafio e de ver a nossa vida a avançar. Mas, por outro, também se perde um certo conforto. E é tão bom saber que chegamos a casa e temos as nossas pessoas ali

    ResponderEliminar
  3. Honestamente penso como tu, sair de casa não está nos meus planos.
    Por múltiplas razões sendo a resposta mais rápida: Sinto que tenho toda a liberdade que preciso e mesmo contribuindo sinto que ao estar em casa o meu ordenado rende mais e permitiu-me para juntar e fazer grandes investimentos como o meu rodinhas novos.

    Espero que tenhas sorte e fiques pertinho de casa para continuares no aconchego da tua família e com a carteira mais recheada para aproveitares com eles 😘

    ResponderEliminar
  4. Tens razão, isso vale ouro, e além de eu ter uma boa relação com os meus pais também, quero ter a minha independência e a minha casa.

    ResponderEliminar
  5. Eu ainda vivo com os meus pais mas quero muito viver sozinha, se bem que quando penso nisso fico com um aperto no coração :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. A vontade de sair ou a vontade de ficar, depende muito do ambiente familiar em que estamos inseridos, que tipo de personalidades coabitam na mesma casa. No meu caso, eu estou tranquila, não tenho pressa, mas quero o meu espaço.

    Ainda bem que tens uma família feliz e que te apoia.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário