Avançar para o conteúdo principal

Livro | Começar de Novo, de Nora Roberts

Quem é fã de Nora Roberts - eu, eu, eu! - inevitavelmente conhece os vários estilos literários da autora. Entre crimes, suspense, fantasia e, muitas vezes, folclore irlandês, o romance é uma constante.

Começar de Novo integra praticamente tudo, à excepção do folclore irlandês, mas está longe de ser um dos meus livros favoritos da autora. Entre mistérios de família, crimes e fantasmas, achei que ficou algo por contar e foram as personagens que sofreram com isso. São personagens cativantes, é verdade, mas faltou-lhes alguma complexidade.

Foi um livro que gostei de ler e acompanhar, mas que só no final me conseguiu prender. É um livro leve, para ler sem pressões, num dia calmo ou no final de um dia cansativo, no aconchego da cama.

Wook.pt - Começar de Novo
Para lerem o início do livro basta clicarem aqui ou na imagem.


Sinopse
"Cilla McGowan, uma típica rapariga da cidade, encontrou uma vida nova na restauração de casas antigas, Quando chegas ao maravilhoso vale Shenandoash, na Virgínia, dedica-se a salvar a velha quinta que pertenceu à sua avó - uma atriz lendária que morreu há mais de trinta anos.

Cilla mergulha no projeto com todas as suas energias, ocupada e exausta de mais para notar no seu vizinho, o artista de BD, Ford Sawyer. Determinada a não ceder à tradição familiar dos romances falhados, Cilla resiste ao charme de Ford, mesmo quando não consegue evitar algumas fantasias.

Mas a realidade reserva alguns perigos para Cilla. Ao encontrar cartas anónimas no sótão, que apontam para um romance misterioso na vida da sua avó, despoleta um assalto violento. Cilla, com a ajuda de Ford, descobre que há segredos que a tornam um alvo a abater e, se que evitar desaparecer prematuramente como a sua avó, terá de desvendar o passado para, quem sabe, começar de novo na casa dos seus sonhos...

Uma história sobre deixar tudo para trás, desvendar segredos antigos e aprender a amar."

Comentários

  1. omg :o é a minha escritora preferida e encontrar alguém que também goste deixou-me mesmo muito contente. Tenho já quase uma zona da minha prateleira só com livros dela, mas até agora o que mais gostei foi " Reencontros com o passado", não sei se já leste e recentemente li o primeiro livro de uma trilogia que se não me engano ela acabou de lançar que é " Hotel das recordações". Realmente existe algo na escrita dela que me fascina e faz-me ficar horas agarrada aos livros dela. Sem dúvida a minha escritora preferida. Depois diz-me qual o teu livro preferido :) ah e já agora este ainda foi um dos livros que não li, já o vi várias vezes nas prateleiras das lojas a chamar por mim mas acabo sempre por levar outros :P tenho de ver se o leio para completar quase a coleção

    ResponderEliminar
  2. Nunca tinha ouvido falar...
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. r: os meus preferidos são sem duvido o " Reencontros com o passado ", a série dos casamentos ( comprei os 4 livros) , também gostei muito do livro lágrimas da lua e da trilogia Herança ( especialmente o herança de gelo) , " tudo o que ficou para trás " ( um grande livro que amei por referir a vida numa outra cultura) e também gostei do livro " irmãos de sangue" :) Estou sempre ansiosa que saia um novo livro dela para depois ir comprar

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento." Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento.  Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor. Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza. E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez. Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade.  Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer m

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices. Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias.  A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo. Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.