Avançar para o conteúdo principal

Uma Primeira Vez Para Tudo.

Imagem de unsplah.com


Não consegui deixar a publicação anterior como uma simples particularidade. Tal como referi, este ano, pela primeira vez desde que entrei para a escola primária, não estou matriculada em nenhuma instituição de ensino.

Completamente normal para uma jovem de 24 anos, que já terminou a licenciatura, iniciou um mestrado e já trabalha "a sério" desde os 17 anos. Ou pelo menos, seria de esperar que fosse normal. Não é. Pelo menos, não para mim. 

Eu gosto de escola. Gosto de comprar novos materiais e dos cadernos por escrever. Gosto da azáfama de estudar para um teste e da sensação de ter as respostas na ponta da língua. Gosto de sorrir quando recebo uma excelente nota e gosto de me reorganizar quando recebo uma nota menos boa porque, no fim de contas, sei que posso fazer melhor. Gosto dos trabalhos para entregar e dos objectivos cumprimentos. Gosto dos meus apontamentos bonitos e dos meus marcadores. Gosto dos livros e de estudar. Gosto, acima de tudo, de aprender. Há tanto por descobrir e tanto que nunca deve ser esquecido.

Muito honestamente, ainda não sei como me sinto em relação a esta decisão mas, neste momento da minha vida, sinto que não poderia ter sido de outra forma.

Comentários

  1. Talvez possas inscrever-te num curso livre ou workshop que gostes :)
    Ocupam pouco tempo, são muito mais baratos, aprendemos imenso e preenchem esse vazio que fica quando já n estamos matriculados nem temos essa rotina que eu também adoro. Eu adoro tudo os materiais, os testes, aprender, tudo :)

    ResponderEliminar
  2. A minha vida académica também está a chegar ao fim, e a minha grande preocupação é igual à tua. Eu adoro tudo o que envolva a faculdade, até o simples acto de comprar uma caneta nova...
    Terei de me ir habituando à ideia...

    ResponderEliminar
  3. Sinto que vou ter que tomar esta decisão no próximo ano!

    ResponderEliminar
  4. Podes sempre tirar mais cursos, workshops, palestras etc. mais tarde :)
    Eu também adoro estar sempre a aprender acho super importante!
    Bj S

    ResponderEliminar
  5. Neste momento estou matriulada no ensino superior mas desisti de um estágio, ou seja, até 20 de novembro não estou a fazer nada e já sinto a falta de estudar e de estagiar!

    http://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Se achas que não deves parar por aqui: forrrrca :) beijinho

    ResponderEliminar
  7. Compreendo perfeitamente a "estranheza" que estás a sentir. Embora não gostasse necessariamente de estudar, adorava comprar os materiais e tirar apontamentos. Às vezes ainda sinto falta dessa "azáfama" :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Pensa Rápido #1

Se pudesses viajar para qualquer lugar do mundo, que lugar escolherias?
A minha resposta está na imagem!