Avançar para o conteúdo principal

The Shoe That Grows.

542ec6b6ba9982c82a4586a7_14085576-1200px.png

Enquanto viveu no Quénia, Kenton Lee deparou-se com uma menina que usava sapatos demasiado pequenos para os seus pés. Evidentemente que não era um caso isolados mas aquela criança de vestido branco despertou em Kenton o desejo de desenvolver um par de sapatos que se adaptasse ao crescimento para as crianças terem sempre um par de sapatos adequado e confortável.

Mais de 2 biliões de pessoas sofrem de doenças e infecções transmitidas por parasitas e bactérias no solo e por feridas causados pelo contacto constante com o solo sem qualquer tipo de protecção. Associadas à escassez de cuidados médicos pequenas feridas tornam-se grandes infecções e comprometem não só a saúde das crianças mas também o seu seu futuro visto que tornam completamente impossível realizar as caminhadas a que muitos estão sujeitos para comparecer nas escolas, um recurso já por si limitado. Não é apenas um par de sapatos, é uma oportunidade.

Devido ao seu formato os sapatos são facilmente transportáveis, numa mala de viagem cabem 50 pares! O sonho de qualquer mulher europeia... É possível ajudar a completar uma mala contribuindo com o valor de um - ou mais - pares de sapatos e escolher o destino para o qual querem que sejam enviados. Cada par para doação custa 10 doláres. 10 doláres. Menos de 10 euros. São os cafés de duas semanas. Um jantar fora que podem substituir por um jantar agradável em casa. Uma blusa da qual nem sequer precisam. Umas quantas revistas. Um livro. Umas gordices no supermercado. São menos de 33 cêntimos por dia durante um mês. Quase insignificante para nós. Mas algo que significa o mundo para quem recebe e que permite ao receptor ter um par de sapatos adaptado ao seu crescimento durante 5 anos! 

Existe uma diferença notória entre custo e valor. Estes sapatos custam 10 dólares mas o seu valor é incalculável. 

Podem saber mais aqui.




Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Pensa Rápido #1

Se pudesses viajar para qualquer lugar do mundo, que lugar escolherias?
A minha resposta está na imagem!