Avançar para o conteúdo principal

Liebster Award #4

Eu vou ficar uma mimada do pior e a culpa é vossa por isso não se podem queixar. A querida da Vera de Somewhere também me nomeou para o Liebster Award. Aqui ficam as questões da Vera e as minhas respostas:

1. Como surgiu a ideia de ter um blog? E o nome?
Sempre gostei de ler e escrever mas quando ingressei na faculdade, num curso de engenharia, as oportunidades de o fazer começaram a escassear e como é algo que preciso de fazer para me sentir feliz criar um blogue pareceu-me uma boa opção. Quando ao nome Mundo Encantado é o único que faria sentido para mim pois, como muitos dos que me conhecem dizem, vivo num mundo só meu em que tudo é bonito e bom, onde só há arco-íris, purpurinas e amor e todas as pessoas têm algo de bom e merecem novas oportunidades. Sei que o mundo real não é assim mas se todos tornarmos o nosso mundo num Mundo Encantado o mundo vai, inevitavelmente, tornar-se um lugar melhor, um bocadinho todos os dias.


2. O que fazes profissionalmente ou área de estudos?

Estou a terminar a licenciatura em Engenharia das Energias Renováveis.

3. Como te definirias?

Optimista e sonhadora mas com os pés bem assentes na terra e consciente do mundo que me rodeia. Sou determinada mas para mim os fins nunca justificam os meios, impulsiva mas odeio magoar alguém. Por vezes ingénua mas escolho acreditar no melhor de cada um e em novas oportunidades e sou feliz assim.

4. O que farias se ganhasses o euromilhões? (que grande cliché :p)
Viajar, viajar, viajar e ajudar aqueles que amo (cliché mas verdade).

5. O que adoras/não suportas que te façam/digam?
Odeio que mintam, por mais que custe a verdade é sempre preferível. Adoro abraços, beijinhos e pequenos gestos inesperados que me fazem sentir ainda mais amada e valorizada.

6. O que mais gostas de fazer?
De tudo um pouco. Os meus interesses são muitos e bastante divergentes nas gosto especialmente de escrever, pintar, cozinhar, fotografar...

7. Não vives sem...?
A minha família.

8. Um objectivo que já tenhas alcançado e do qual te orgulhas?
Pagar a minha carta de condução, ter feito voluntariado, ter conseguido um estágio num banco quando nem sequer é a minha área...

9. Objectivo/sonho por alcançar?
Tantos! Acho essencial ter sempre sonhos e objectivos por isso é algo que nunca me falta. Gostava de publicar um livro e de fazer uma exposição de pintura.

10. Como te imaginas daqui a 10 anos?
Com o Charming, na nossa casa decorada com objectos das nossas viagens, talvez um bebé a dormir num berço e um cachorinho adoráve a dormitar aos pés do berço com um almoço de família super barulhento no quintal. Já que é para pedir posso juntar uma carreira de sucesso e, principalmente, que contribua para fazer uma diferença positiva na vida de alguém.

11. Um segredinho? (pergunta inofensiva) ;)
Não posso dizer se não teria de vos matar. Sinceramente não sei. Tento não ter segredos, dão muito trabalho a manter secretos.

Comentários

  1. Concordo contigo :) Dá tanto trabalho ter segredos ahaha ^^ Parabéns por mais uma nomeação :D
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. perguntas 5 e 7, muito eu também :p

    E já respondi às tuas da nomeação ! :)

    ResponderEliminar
  3. Ainda tenho de responder a uma das perguntas que me fizeste na nova rubrica do blog (como as outras duas respondi nas perguntas do blog, acho que não é preciso responder outra vez, mas se quiseres que responda diz-me) :)
    E se quiseres saber mais alguma coisa sobre mim já sabes :)

    ResponderEliminar
  4. Mais uma vez mas é mesmo verdade identifico me muito com as tuas respostas.

    Muito obrigada por aceitares o desafio :)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.