O Seu A Seu Dono - Perfeitamente Imperfeito

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

O Seu A Seu Dono

Algo que me tem incomodado um pouco nesta altura em que somo bombardeados com as retrospetivas anuais de meio mundo tem sido o facto de ver muita gente a gabar-se e a assumir o crédito por algo que não é seu. 

Ora bem, é verdade que se quisermos desenvolver um novo modelo de automóvel não vamos começar por inventar a roda. Vamos recolher conhecimento, e provavelmente inspirar-nos, em algo que já existe. E está tudo bem. É algo perfeitamente normal e, na minha opinião, muito inteligente e eficiente. 

Se alguém demorou 10 anos a desenvolver uma teoria ou modelo matemática, obviamente que iremos utilizá-lo, se tal nos for conveniente, e não passar 10 anos a fazer algo que já existe. Tudo certo. No entanto, existe uma linha entre a eficiência e inteligência e a apropriação do trabalho alheio e a mentira

Se estamos a utilizar o trabalho de alguém, por mais ínfima que seja contribuição, o autor merece o devido crédito. Não é uma opção, é um dever!

A Matriz de Eisenhower


Descobri esta matriz durante o ano de 2020, em uma formação no Atelier Digital da Google e tal não é o meu espanto quando percebo que é uma ferramenta de produtividade e priorização de tarefas desenvolvido por Eisenhower. Eisenhower foi o 34º presidente dos Estados Unidos da América e responsável pela execução e estratégia durante a Segunda Guerra Mundial!

No entanto parece que em 2020 todos os supostos coaches e mentores decidiram divulgar a Matriz de Eisenhower como se fosse a descoberta do século. Sendo que, claro, todos se esqueceram de mencionar que esta matriz tem um nome e um autor. Nunca, em todas as referências e utilizações que vi por parte de diversos coaches e mentores, vi referir o nome de Eisenhower. Esta ferramenta, muito útil por sinal, era sempre apresentada como se fosse um descoberta ou ferramenta desenvolvida pelo próprio. 

Confesso que faço parte do grupo que acha esta matriz muito útil e, como tal, também a partilhei aqui no blogue, mas sempre com os devidos créditos, nunca como se fosse algo que tivesse sido desenvolvido por mim, porque simplesmente não foi!

Saladas em Frasco


Ver alguém dizer que este ano "lançou" as saladas em frasco é só triste! A não ser que tenha vivido debaixo de uma pedra nos últimos anos - e duvido que alguém que trabalha maioritariamente no mundo digital o tenha feito - certamente que já tinha ouvido falar das saladas em frasco e definitivamente não foi algo que saiu da sua brilhante cabecinha. 

Infelizmente, não consigo atribuir o devido crédito a quem criou as saladas em frasco, mas quanto eu entrei na faculdade - corria o lindo ano de 2009 - já fazia saladas em frasco. Como tal, ou eu sou um prodígio visionário - opção que não me desagrada de todo - ou este conceito já existia. Seja qualquer for a opção correta, uma coisa é certa: não foram "lançadas" em 2020.

Mais Papista Que o Papa

Também não vamos cair no erro - que infelizmente também vi - de armar peixeirada por um calendário editorial. A não ser que o conteúdo tenha sido claramente copiado, existem milhões de calendários editoriais semanais, mensais, anuais... É só escolher!

Enfim, se usam o algo que não é vosso, por favor deixem o devido crédito. E também não se achem a última bolacha do pacote porque fizeram uma variação de algo que já existe aos milhões, ok? 

Este mundo tem espaço, conhecimento e sucesso para todos, não se andem a esgatanhar por meia dúzia de seguidores nem a colher os frutos do trabalho alheio. 



Sem comentários:

@way2themes