Setembro 2020 - Perfeitamente Imperfeito

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Ilustração ao Vento
setembro 30, 2020 4 Comments

No número trinta e oito da Rua de Quebra- Costas, antiga Rua das Tendas devido ao seu cariz comercial que ainda hoje predomina, a vossa atenção irá certamente ser captada pelas maravilhosas ilustrações que adornam a entrada.

É impossível resistir ao amor que transparece naquelas obras de arto e, mesmo não sendo um espaço meu, convido-vos a entrar, nem que seja apenas para apreciar a beleza dos trabalhos expostos. 

Provavelmente vão encontrar a Márcia, a artista responsável por estas maravilhas, sentada em frente à sua mesa, com um pincel na mão e as aguarelas a ser utilizadas. Vão certamente ser recebidos com um dos sorrisos mais calorosos de Coimbra e vão descobrir que a maioria das obras são feitas com aguarelas e caneta BIC ou caneta permanente. 

O vento - para além do talento da Márcia - é o elemento comum pelo que todas as peças têm um movimento muito característico. 

Certamente que vão encontrar algo que vos agrade entre as peças expostas - que podem ser adquiridas com ou sem moldura - e cujos preços começam nos 15€ mas, se prefereriem, podem sempre encomendar um outro projeto à Marcia.

Convido-vos a visitar estas obras maravilhosas pessoalmente mas, caso não seja possível, podem conhecer o trabalho da Márcia no facebook ou instagram.

Reading Time:

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Supernatural - O Adeus
setembro 29, 2020 8 Comments



Depois de quinze temporadas, como é que vou dizer adeus a estes dois?

Alguém acompanha a série Supernatural?

Reading Time:

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Termas de Luso [Luso, Portugal] - A Nossa Primeira Visita às Termas
setembro 28, 2020 6 Comments
Foi a Mata Nacional do Bussaco que me levou a querer visitar a vila de Luso mas, ao saber que podíamos aproveitar e visitar as Termas de Luso não quis deixar passar a oportunidade do que viria a ser a nossa primeira visita às termas. 

Depois de explorarmos o site e as opções disponíveis decidimos fazer o Acqua Sensations. 

"Acqua Sensations: Zona de excelência, para experiências de banho e calor, que explora os benefícios terapêuticos da Água Termal de Luso.

No mesmo espaço pode usufruir da nossa piscina interativa, com diversos tipos de jatos e com camas de hidromassagem subaquáticas, complementado com Sauna, Hammam, Fonte de Gelo, Duche Suíço e Duche Sensações. Dispõe ainda de uma sala de relaxamento com música ambiente onde poderá degustar diferentes Águas de Luso."


Como não conseguimos fazer marcação telefónica - tentámos várias vezes mas ninguém atendia - dirigimo-nos às instalações, muito próximas do Hotel Eden. 

Já no local, informaram-nos que devido ao covid-19 os serviços estavam limitados e apenas poderíamos optar por 30 ou 60 minutos e que de todas as opções normalmente disponíveis no circuito apenas poderíamos utilizar a piscina interativa e o duche suíço. Optámos pelos 60 minutos e, em vez dos habituais 30€, pagámos 24€. Sinceramente, tendo em conta que mais de metade dos serviços não estavam a funcionar, acho que o preço deveria ter sido mais reduzido.

Para usufruírem desta experiência precisam apenas de levar o vosso fato de banho, chinelos e touca. Caso não tenham, são fornecidos gratuitamente chinelos descartáveis e a touca podem comprar no local por 5€. Além disso, é vos cedido um roupão turco que, nem vale a pena dizer, devem devolver no final, ok?

Estão a ser tomados todos os cuidados e em momento algum receei pelo meu bem-estar, parte da nossa experiência decorreu em simultâneo com outro casal que também utilizava a piscina interativa e acho que, por agora, deveriam ser evitadas marcações em simultâneo. 

Os colaboradores são simpáticos e a experiência foi bastante agradável e relaxante  mas fiquei com pena de não ser possível conhecer todos os serviços. È algo que não posso deixar de aconselhar e recomendar, e que é especialmente merecido depois das horas de caminhada a explorar a Mata Nacional do Bussaco.

Fica o desejo de voltar em uma próxima oportunidade para, futuramente, usufruir da experiência na sua plenitude.

Já alguma vez visitaram Termas? Qual o vosso tratamento preferido?


Reading Time:

domingo, 27 de setembro de 2020

De Volta (ou Quase)
setembro 27, 2020 5 Comments


Adoro viajar... mas é tão bom saber que tenho um lar e uma família para a qual regressar.

 

Reading Time:

sábado, 26 de setembro de 2020

Il Tartufo [Coimbra, Portugal] - Provavelmente o Melhor Italiano de Coimbra
setembro 26, 2020 3 Comments

 

Depois de um quarto escaldante cujo ar condicionado teimava em não funcionar, de uma espera de mais de uma hora no hotel para resolver o problema do ar condicionado e de uma mudança de quarta, chegou a hora de jantar. 

Já não explorámos nada na cidade de Coimbra e saímos apenas com um objetivo: encontrar jantar. Depois de passarmos por alguns restaurantes Il Tartufo captou a nossa atenção e bastou apenas um olhar para a ementa para nos convencer a ficar. 

A esplanada tem um aspeto bastante agradável mas o frio que já se fazia sentir, e a ausência de casacos, fez-nos optar pelo interior. O espaço é acolhedor e nada pretensioso. 

Pareceu-nos ser um espaço bastante concorrido na cidade, mas o elevado número de funcionários agiliza bastante o serviço e o atendimento torna-se muito rápido e eficiente. 


Saltámos as entradas e optámos pelo risotto al porcini - risoto de cogumelos - e por strozzapreti com capesante, uma massa fresca fantástica, com vieiras, espargos, tomate e basílico. Fomos agradavelmente surpreendidos pela qualidade e sabor de ambos os pratos e ficámos tão distraídos a desfrutar da nossa refeição que nenhum de nós se lembrou de fotografar.

Para finalizar, optámos por misto della casa. Um quarteto de sobremesas composto por fruta fresca, gelado, panna cotta e tiramisu. Nós dividimos pelos dois mas dá confortavelmente para 3 a 4 pessoas.

Para beber optámos por água e cola e, tudo, foi 36€.

Uma coisa é certa, e foi algo que ficou decidido ainda antes de terminarmos a refeição: vamos seguramente regressar!

Podem consultar mais informações na página de facebook e no instagram.

Algum fã de comida italiana desse lado? Qual o vosso prato favorito?

Reading Time:

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

5 Refeições Temáticas e Económicas para o Halloween
setembro 18, 2020 6 Comments

A minha mãe é professora. E a melhor que conheço, diga-se. Mas seria ainda melhor enquanto party planner. A mulher tem uma visão estética e valoriza os detalhes de uma forma única e capaz de tornar qualquer momento especial.

Em 2013 ou 2014, a minha mãe decidiu fazer um jantar temático de Halloween e a partir dessa altura tem sido sempre a subir! O nosso pequeno jantar temático de família - que nunca foi pequeno porque somos 6 - tornou-se um evento muito esperado na família e no último ano as seis pessoas passaram quinze!

Independentemente das crenças ou nacionalidades, acredito que qualquer motivo é bom para reunir a família, dar largas à criatividade e passar um serão divertido.

Para além das decorações, o que salta  sempre à vista na mesa é a própria refeição. Não precisam de ingredientes chiques, nem grandes gastos para ter uma refeição divertida e fora do normal.

Bolo de Cocó com Olhos de Troll

Se tiverem atenção ao prato do bolo vão ver que esta é a receita mais rápida da história mas, como todas, também exige a sua perícia. Não desesperem! Estou aqui para vos guiar. 

Ora bem: dirigem-se a uma superfície comercial e comprar um bolo de cocó. Obviamente que por causa das inspeções ele estará identificado como chocolate ou brigadeiro para enganar os Muggles. Dirigem-se ao LIDL e comprar os olhos de troll recheados. Abrem o bolo. Abrem os olhos de troll. Colocam os olhos de troll em cima do bolo de cocó.

Depois desta árdua tarefa certamente já vão estar exaustos mas encontrem dentro de vocês as formas para agarrar num garfo e desfrutar da vossa obra prima e do vosso Halloween. 

Ou então comam mesmo à mão, assim estilo Viking, de qualquer das formas é Halloween!


Vassouras de Bruxa e Queijo

Nada grita Halloween como vassouras de bruxa e estas são as mais simples que podia haver. Precisam de ter grissinis, queijo fatiado e cebolinho/salsa/coentros. Cortem a fatia de queijo em tiras até cerca de dois terços da fatia (como na imagem) e enrolem à volta do grissini. Nós tentámos "atar" com salsa se não me engano mas não correu muito bem como podem ver, por isso é algo ainda a traabalhar.


Ratinhos de Esgoto

Ora bem, estes ratinhos são dignos de estrela Michelin e, como tal, a sua preparação tem de ser exímia e cuidada por isso prestem atenção. Abram um pacote de tostas (gosto muito destas da marca Continente ou Pingo Doce). Abram um queijinho da vaca e prantem com ele em cima da tosta. Com carinho, obviamente. 

No pico da nossa pirâmide de queijo coloquem duas sementes de girassol (ou algo semelhante que tenham em casa) para fazer os olhos. Para as olherinhas usámos rodelas de salsicha. Para o rabinho usámos salsa. 

Tudo comestível, portanto é só agarrar e comer!


Pêras Diabólicas 

Estas pêras geraram muitos mixed feelings na minha pessoa. Primeiro, achei-as adoráveis. Com o decurso da noite achei que estavam só à espera que eu me fosse deitar para me matarem. Como o seguro morreu de velho, fiz questão de garantir que não sobrava nem uma quando me fui deitar. 

A ideia era fazer pêras bêbadas mas o tempo não deu e comprámos pêra enlatada inteira. Num prato branco colocámos geleia de morango - eu disse que estas cabras eram sanguinárias! - e depois as pêras por cima. A boca diabólica foi feita com sementes de girassol, os olhos com a mesma geleia de morando e o cabelo com coentros.


Ovos Podres com Aranha

Se ovo podre já é mau, imaginem um ovo podre com um belo aracnídeo a vaguear lá por cima. Dificilmente encontram algo mais Halloween!

 Mais uma receita apenas apta para os grandes mestres culinários. Ora atentem: cozam um ovo, cortem ao meio - depois de cozido e devidamente descascado, a não ser que tenham convidado o vosso pior inimigo. Nesse caso podem deixar umas casquinhas e o sacana que se desenrasque.

Retirem a gema para uma taça e coloquem um pouco de maionese e umas folhas de coentros picadas - porque no Halloween fica sempre bem comer coisas com pontinhos verdes que não sabemos bem o que são. Podem esmagar e misturar tudo com um garfo ou recorrer à varinha mágica se forem mesmo muito preguiçosos. Voltem a rechear cada metade do ovo com este preparado.

Depois cortem uma azeitona ao meio - para bem da nossa sanidade mental utilizámos azeitonas pretas já descaroçadas - e coloquem metade sobre a mistela anterior. A outra metade cortem às tirinhas e façam as patinhas das vossas aranhas. 

Como estávamos a utilizar delícias do mar para outras coisas, a minha mãe decidiu desfiar uma e colocar por cima, como teia de aranha. São estes detalhes que distinguem os homens dos meninos...


Espero ter-vos convencido a deitar mãos à obra este ano. 

Qual a vossa receita favorita?

Reading Time:

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

A Luta Pelo Peso Ideal #3
setembro 17, 2020 4 Comments


Após 15 dias de reestruturação alimentar, voltei à nutricionista. Não cumpri à risca o plano alimentar mas fiz alterações significativas e sustentáveis no meu quotidiano e vi resultados: a massa gorda diminuiu, a massa magra aumentou, a gordura visceral diminuiu e o peso diminui também - em quase 3 quilos!

Desci dos 90 quilos - aleluia! - e estou motivada para continuar, sem loucuras e de forma gradual. 

Quem mais está na luta?

Reading Time:

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

#MaisPortugal - Costa Nova do Prado [Aveiro, Portugal]
setembro 11, 2020 4 Comments

 Costa Nova do Prado.jpg

Este ano o país iluminou-se e de repente todos decidiram valorizar o que Portugal tem de melhor. Pena que tenha sido necessário uma pandemia. Da minha parte, com as férias a aproximarem-se, ainda hesito entre umas férias responsáveis em locais menos visitados ou ficar em casa. Enquanto decido, nada como aproveitar para partilhar um pouco do que temos de melhor. 

Costa Nova do Prado, ou apenas Costa Nova, é uma pequena maravilha que podemos encontrar numa península, entre a Ria de Aveiro e o Oceano Atlântico. O seu cartão postal é sem dúvida a sua marginal, com os antigos palheiros pintados com riscas de cores fortes, alternadas com o branco. 

Reza a lenda que o objetivo era os pescadores reconhecerem o seu palheiro em dias de nevoeiro ou, como dizem as más línguas, para saberem qual era o seu quando já iam com um copinho a mais. 

Bêbados ou não, a verdade é que estes palheiros conquistaram o meu coração e mal posso esperar por uma oportunidade para os visitar. 

Já conhecem? Se sim, quais os locais que mais recomendam nesta zona?

Reading Time:

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

A Luta Pelo Peso Ideal #2
setembro 10, 20201 Comments

 


A minha mãe disse que ia às compras e perguntou se precisávamos de alguma coisa. O meu irmão disse que não precisávamos de nada porque agora não podemos comer. 

É impressão minha ou o mais fit da família não está a ligar bem com esta reestruturação alimentar?

Reading Time:

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

#MaisPortugal - Quinta da Regaleira
setembro 09, 2020 2 Comments
Fotografia no site www.regaleira.pt


Na nossa primeira visita a Sintra estávamos com tempo e orçamento limitado e como tal escolhemos apenas um ponto de interesse para visitar. Passeámos pela Serra de Sintra, passámos pelo exterior do Castelo dos Mouros, mas decidimos manter a escolha que tínhamos feito ainda em Évora: iríamos visitar a Quinta da Regaleira. 

O Bosque

Passamos toda a tarde na Quinta da Regaleira e confesso que não demos pelas horas passarem. O bosque é enorme, mágico e até um pouco místico. É impossível não nos deixarmos envolver pela sua atmosfera. Vão reparar que começa de um modo mais cuidado e ordenado, logo à entrada da Quinta mas, à medida que vão subindo torna-se mais "descuidado" e selvagem. Consta que é algo propositado, e num espaço pensado ao mais ínfimo detalhe duvido que algo tenha sido deixado ao acaso, e que reflete a crença de Carvalho Monteiro no primitivismo.

O Poço Iniciático

Todos os locais têm a sua imagem de marca e o Poço Iniciático é, sem dúvida, o cartão postal da Quinta da Regaleira. Confesso que foi uma das inúmeras fotografias deste Poço que me despertou a curiosidade para visitar a Quinta e não me arrependi!

O Caminho Sobre a Água

Provavelmente o meu grande favorito! Querem ter a oportunidade de "andar" sobre a água? Basta irem à Quinta da Regaleira e caminha sobre as pedras que se encontram estrategicamente colocadas sobre o lago e que permitem uma caminhada fácil e verdadeiramente surpreendente. 


Informação Útil

Morada: Quinta da Regaleira, 2710-567, Sintra, Portugal

Horário: 10h às 18h30, sendo que a última entrada é às 17h30. O Palácio, Capela e eventuais espaços expositivos encerram meia hora antes da Quinta. 
Encerra nos dias 24 e 25 de dezembro e 1 de janeiro.

Preço: Existem preços bastantes variados e segundo aquilo que pretendem - visita livres ou guiadas. Podem consultar todo o preçário aqui.

Atenção! Por questões de higiene e segurança devido à pandemia COVID-19 não são aceites pagamentos em numerário. 

Reading Time:

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A Luta Pelo Peso Ideal
setembro 07, 2020 4 Comments

Sou gorda. Sou-o agora e fui durante a maior parte da minha vida. É alto que está tão interiorizado que mal me lembro dos anos em que pensei 58kg. Hoje olho para aquelas fotos e pergunto quem é aquela bomba mas na altura, apesar de me sentir mais confortável com o meu corpo, não me sentia bem o suficiente para usar os vestidos e saias que tanto gostava

Se pudesse voltar atrás e aproveitar mais, talvez voltasse. Mas como não posso, resta-me voltar a lutar para me sentir bem com o meu corpo. Ver 98 quilos marcados na balança deu-me um cagaço do caraças! Mais dois quilinhos e atravessava a mítica barreira dos 100!

Se me perguntarem como passei dos 58kg para 98kg sem quase me aperceber, sinceramente não vos sei responder. Parece tão estúpido ter deixado a situação arrastar-se tanto tempo...

Enfim, neste momento tenho duas escolhas, ficar a lamentar-me pelos meus dias como modelo da Victoria's Secret - palavras da minha irmã, não minhas - ou arregaçar as mangas e voltar à luta para reconquistar o que tinha. 

Escolhi a segunda opção. Vamos ver como corre.

Mais alguém na luta?

Reading Time:

@way2themes