5 Mitos Sobre Alimentação Saudável

Numa altura em que parece que qualquer cidadão foi automaticamente graduado com uma dupla licenciatura em ciências da nutrição e dietética, existem alguns mitos que, a meu ver, é importante desmistificar.


Mito n.º 1 - Deves beber 8 copos de água por dia.


Obviamente que deves beber água, no entanto nada obriga a que sejam, efetivamente oito copos. Cada um de nós tem as suas necessidades e não existe nenhum organismo igual ao teu. 
 
Ora, então mas afinal qual a quantidade de água que devo beber? Excelente questão! A minha resposta é: depende. Depende do teu nível de transpiração, depende da atividade física que fazes, depende dos alimentos que comes - sim, porque beber não é a única forma de ingerir água - e depende até da temperatura ambiente. É normal que se fizeres uma atividade física mais intensa ou se estiver um dia quente de verão, sintas necessidade de beber mais água.
 
No entanto a sede não é o único indicador do teu nível de hidratação. Uma língua seca e uma boca sem qualquer sinal de saliva, é um sinal de que deves beber mais água. Também a cor da tua urina é um excelente indicador do teu nível de hidrataçáo. Se a tua urina for transparente, como a água, e em grande quantidade, é sinal de que estás a ingerir água em excesso. Se, pelo contrário, a tua urina for escura e com pouco volume, deves aumentar a ingestão de água. A cor que a tua urina deve ter é um amarelo clarinho.



Mito n.º 2 - Se é light, podes comer à vontade.


Para que um alimento seja considerado light basta que tenha, no mínimo, menos 25% do valor energético do alimento original. Ou seja, se um determinado alimento tem 1000 calorias, a sua versão light pode chegar a ter 750 calorias. é light, realmente é, mas continuam a ser 750 calorias.

Light ou não, todos os alimentos devem ser consumidos com moderação. A minha recomedação é que consultes sempre os rótulos. Existem muitos alimentos e produtos "normais" que são melhores opções que alguns alimentos light.



Mito n.º 3 - Qualquer granola é boa. 


Cereais, sementes e frutos secos. A granola é um produto que, teoricamente, teria tudo para resultar. Devido à sua crescente popularização, existem os mais variados tipos de granolas em quase todas as superfícies comerciais. No entanto, quando optas por estas versões mais industrializadas, normalmente trazes para casa variações com mais açúcares do que gostarias.
 
A minha recomedação é que uses alguns minutos do teu dia e faças a tua própria granola. Podes utilizar a minha receita. Basicamente, é daquelas receitas que basta misturar e colocar no forno. Desta forma, podes privilegiar os teus ingredientes favoritos, sabes o que estás a comer e fazes logo uma quantidade suficiente para a semana toda.



Mito n.º 4 - Não deves comer gorduras.

As gorduras são sempre o bicho-papão. Responsáveis por doenças cardíacas, AVC, obesidade, hipertensão e toda uma panóplia de outras maleitas. São também uma fonte de energia, responsáveis pela absorção de vitaminas e proteínas, e síntese de determinadas hormonas. tal como o abacate, frutos secos, salmão...



Mito n.º 5 - Se é um alimento saudável, podes comer à vontade.


Outro mito muito comum e que leva ao despero de muitas pessoas que pretendem perder peso. As maçãs são saudáveis no entanto, se comeres cinco quilos, talvez não seja assim tão saudável.

Como em tudo na vida, o segredo é fazeres as opções certas e utilizares o teu bom senso e moderação.

E tu, quais são os mitos sobre alimentação saudável que conheces?

Comentários

  1. Acho que tens toda a razão, devemos comer sempre com peso e medida e não exagerar só porque é light ou magro, devemos ser moderados, isso é o mais importante.

    ResponderEliminar
  2. Felizmente já conhecia esses, obrigada pelo artigo :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Sinto que as pessoas acabam por passar de um extremo ao outro e, depois, cometem erros desnecessários, porque criam e se regem por estes mitos. É importante estarmos conscientes do que ingerirmos e adequarmos a alimentação às nossas necessidades. Além disso, acho que «moderação» é mesmo uma das palavras de ordem

    ResponderEliminar

Enviar um comentário