Avançar para o conteúdo principal

5 Séries Fantásticas Que Tiveram Um Final de Merd@

Imagem relacionada
1. Merlin
Cinco anos. Cinco anos da minha vida dedicados a esta série. Cinco anos a crescer com o rapaz mais trabalhão que, para surpresa de todos, iria tornar-se no maior Mago de todos os tempos.

Cinco anos a tremer sempre que existia a mais pequena possibilidade de Merlin ser descoberto, e acabar na forca. Cinco anos a torcer para que Artur deixasse de ser um imbecil. Cinco anos a torcer pela Gwen e pelo Artur. Cinco anos a torcer pela amizade de Artur e Merlin. Cinco anos a gritar "DRAGOOOOOOOON!".

Cinco anos de amor e lealdade que culminaram num final apressado e sem sentido, com Merlin a caminhar, velho e sozinho, nos dias de hoje. A série merecia mais. Os fãs mereciam mais.



Imagem relacionada
2. Moonlight

O giraço do Alex - que podem ver atualmente como McGarrett em Hawaii Five-O - já foi vampiro. Quem diria?! 

Mick Saint John é um detetive particular que partilhar connosco a sua história enquanto resolve os seus casos. Décadas depois, o passado volta a encontrar Mick quando a louca da sua noiva, Caroline, que o transformou, sem permissão, no dia do casamento, volta para assombrar Mick. Mick salva a Beth Turner, uma criança inocente, das garras de Caroline e continua a sua vida. Cerca de vinte anos mais tarde, Mick volta a encontrar Beth, agora jornalista, e apaixona-se pela normal. 

A série tomou algumas liberdades no que toca a vampiros e aos seus hábitos e costumes com o intuito de a tornar mais credível aos olhos do público e, para mim, resultou perfeitamente. Mas aparentemente não foi o suficiente para a FOX que cancelou o programa após uma temporada sem sequer se dar ao trabalho de dar um final à série.


Resultado de imagem para star crossed
3. Star Crossed

Star Crossed foi, sem sombra de dúvida, uma das melhores séries que vi em toda a minha vida. 

Seres provenientes de outro planeta recorrem à Terra em busca de auxílio no entanto, inteligentes como só nós sabemos ser, tornamo-nos idiotas devido ao medo e excluídos estes seres, tão semelhantes a nós, do nosso quotidiano. Presos em campos militarizados - não vamos referir a semelhança com a Alemanha Nazi porque parece mal - só dez anos depois é que um pequeno grupo destes novos seres é autorizado a integrar - ainda de que forma muito condicionada - o quotidiano humano. 

A série centra-se em Emery e Roman, e em como o amor de anos consegue ultrapassar as diferenças que aparentemente os separam. A série, completamente diferente de qualquer série que já vi, foi cancelada no final da primeira temporada, deixando o final em aberto. Nessa altura li que um dos responsáveis pela série disse que Emery e Roman nunca iriam ficar juntos visto que eram de "espécies" diferentes e que existiam demasiadas diferenças que os separavam. Foi uma das coisas mais ridículas e preconceituosas que já vi e, apenas por um segundo, pensei que talvez fosse bom terem terminado a série visto que nunca compreenderam verdadeiramente o seu potencial para uma mensagem de compreensão, união e aceitação.


Resultado de imagem para the originals
4. The Originals

The Originals, o spin-off de The Vampire Diaries, conquisto o meu coração desde o primeiro segundo. Ri e chorei. E, pouco a pouco, apaixonei-me pelos Mickaelson. 

Always and Forever, descreve muito bem a minha visão de família - sem a questão dos homicídios e das estacas no coração - e vai continuar presente na minha vida. Adorei a evolução das personagens e o gritante desenvolvimento emocional de Klaus. Cresceram tanto. Ultrapassaram tanto. Conquistaram tanto. E permaneceram sempre juntos. 

O final, ainda que bastante emotivo, foi apressado e, a meu ver, ridículo. Se há algo que aprendi com The Vampire Diaries e The Originals é que existe sempre uma alternativa. E este não era, de todo, o final indicado para uma série que causou um impacto tão positivo na vida de tantas pessoas.



Imagem relacionada
5. Reign
Se tivesse que escolher uma palavra para descrever Reign seria: envolvente. Vi o primeiro episódio e passei a noite em claro, até terminar a primeira temporada.

A série retrata - com muita liberdade histórica - a vida de Mary, Rainha da Escócia. 

Não vou entrar em detalhes pois, como se trata de uma série baseada em factos históricos, muitos já conhecem, mas peço-vos que tenham atenção os lindos vestidos - completamente fora do contexto histórico - e a banda sonora.
Reign, começou bem. Muito bem, na verdade. Mas acabou da pior forma. E tudo por causa de um miúdo mimado e inseguro, que me recuso a chamar de homem.

Comentários

  1. Das 5, só vi Moonlight. E estou de acordo. Eu até gostava da série! Se há coisa que odeio é cancelarem as séries sem nos darem um final...

    ResponderEliminar
  2. Acreditas que nunca vi nenhuma dessas série? Zerinho ahahahah!

    ResponderEliminar
  3. Tudo séries que não vejo, mas isso das boas séries com maus finais é o que mais há.

    ResponderEliminar
  4. O final de Merlin ainda me dói na alma. Também acho que uma série tão incrível merecia algo diferente.
    As restantes nunca vi

    ResponderEliminar
  5. r: Também não o colocaria nessa posição de destaque, mas tem o seu encanto :)

    ResponderEliminar
  6. Não vi nenhuma destas séries, mas conheço "Originals" e a personagem Klaus porque vi "Vampire Diaries", que na minha opinião também teve um final meio alternativo, digamos.

    ResponderEliminar
  7. awww crap, não posso ler metade deste post! estou a guardar a ultima temporada de Reign para quando tiver muito tempo e paciência.... e nem sabia que tinham acabado com The Originals, perdi a paciência depois de eles terem ido todos para o Inferno =P

    eu também adorava Star-crossed....mais ou menos. a certa altura fiquei mais interessada na história secundária...queria tanto que aquele bebé-ET tivesse nascido!!! odeio quando fazem séries a pensar que vão ter contintinuação e depois são canceladas e acabam assim cheias de pontas soltas =(

    http://tehteh25.blogspot.com

    xoxo

    ResponderEliminar
  8. Ei eu amava star crossed ainda rezo para ter mais temporadas, porque era espetacular

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.