RICKY MARTIN | ONE WORLD TOUR

Imagem relacionada

Por mais que a música esteja sempre presente no meu quotidiano, os artistas que desejo ver ao vivo contam-se pelos dedos de uma mão. 

A música é uma arte e algo que deve ser valorizado mas, infelizmente, no nosso país não é algo que esteja ao alcance de todos e é necessário fazer seleções. Como em praticamente todas as áreas da minha vida, desde cedo defini as minhas prioridades e, no mundo na música, o Ricky Martin ocupa um lugar de destaque.

Em 2009 não me foi possível comparecer ao concerto mas no ano passado decidi que não ia deixar escapar a oportunidade. A data ficou rapidamente reservada no calendário e o aniversário da minha irmã foi a desculpa perfeita para comprar os bilhetes - e as lágrimas de felicidade dela encheram-me o coração.

No dia do concerto os nervos começaram a apertar. E se as minhas expetativas fossem demasiado elevadas? E se não conseguíssemos ver bem? E se o Ricky cantasse em playback? Os "E se..." surgiam uns atrás dos outros e o meu aperto no peito aumentava e o nervoso miudinho foi um companheiro constante.

Tudo se dissipou quando as primeiras palavras, tão familiares, foram proferidas e, assim que ouvi Living La Vida Loca deitei a toalha ao chão e preparei-me para uma das melhores noites da minha vida.

O concerto estava extremamente bem estruturado - já são muitos anos a virar frangos, Ricky! - e as músicas mais pop-rock deram lugar a um momento mais calmo, com temas românticos e, depois de recarregar as baterias, a cultura latina chegou a Lisboa e pôs toda a gente mexer. O final foi um momento agridoce, fabuloso e envolvente mas, ainda assim, triste por não existir data de regresso.

No início do concerto, o Ricky Martin sugeriu esquecermos todos os nossos problemas, cantarmos, dançarmos e sermos completamente felizes durante duas horas, sem qualquer julgamento ou limitação. Ele prometeu... E cumpriu! E eu mal posso esperar pela próxima oportunidade.

Comentários

  1. Adorava ver o Ricky Martin, para mim não passa de moda e deve dar um espectaculo e pêras!

    ResponderEliminar
  2. Confesso que não sou fã do cantar, mas entendo bem o que dizes, e de facto há artistas que nos conseguem transportar para um outro mundo :)

    ResponderEliminar
  3. Senti aquela ponta de inveja boa (prometo que é boa ahahah). Adorava vê-lo ao vivo :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário