Julho 2017 - Perfeitamente Imperfeito

terça-feira, 25 de julho de 2017

Obrigado.
julho 25, 2017 7 Comments

Contigo até os dias de trabalho ganham outro encanto. Obrigado por seres quem és e por transformares o dia mais comum num dia maravilhoso.
Reading Time:

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Vivid Matte: Os Novos Queridinhos Da Maybelline.
julho 24, 2017 5 Comments
Durante a adolescência nunca fui fã de maquilhagem. Gostava das cores - como acontece sempre - mas não via necessidade de investir o meu tempo, e principalmente o meu dinheiro, nesse tipo de produtos. Atenção, nunca fui a Sara Sampaio da escola - muito, mas mesmo muitoooo longe disso - mas foi algo que sempre me passou um pouco ao lado.

Agora, no auge da sabedoria que os meus vinte e cinco anos me proporcionam, sou obrigada a reconhecer a potencialidade de alguns produtos e a render-me à sua capacidade de valorizarem o melhor em cada um de nós.

E assim, muito devagarinho, comecei a incluir alguns produtos no meu quotidiano. É uma luta constante, e apesar da minha competência para o assunto ser praticamente inexistente, a minha curiosidade aumentou consideravelmente.

Na minha procura incessante - que teima em não ter fim - pelo batom vermelho perfeito, deparei-me como uma novidade da Maybelline: os batons Vivid Matte. Com pigmentos puros, que proporcionam uma cor mais intensa, e mel, que permite um acabamento mais suave, os Vivid Matte já conquistaram o coração de muitas senhoras e despertaram a minha curiosidade.

Já experimentaram? Recomendam?


Para mais informações sobre cada um dos produtos basta clicar em cada uma das imagens.


Reading Time:

domingo, 23 de julho de 2017

5 Séries Que Adorava E Deixei De Ver.
julho 23, 2017 6 Comments
Já não é segredo para ninguém que sou uma consumidora assídua de séries. Aliás, façam disso uma profissão que eu sou a primeira a candidatar-me. 

Não sei se já vos aconteceu perderem-se de amores por uma série e, de repente, e por vezes sem qualquer motivo aparente, deixam de a acompanhar. A mim acontece-me algumas vezes, especialmente entre temporadas. 

Vamos lá conhecer os meus amores perdidos - mas não esquecidos.

Resultado de imagem para grey's anatomy
1. Greys's Anatomy

Drama, amor e sexo, com alguns termos médicos à mistura. Basicamente, é isto.

Era praticamente uma religião cá em casa. As horas de almoço deixaram de ser para almoçar e passaram a ser para enfiar algo pela goela abaixo enquanto se alampa o cu no sofá e se vê um episódio da Anatomia de Grey.

Entretanto a hora de almoço da minha mãe alterou, eu fiquei eternamente à espera dela e acabámos por perder o fio à meada.

Já por diversas vezes falámos em recomeçar a ver, a partir do primeiro episódio, mas ficamos sempre intimidadas com o número de temporadas disponível.



Resultado de imagem para the night shift elenco
2. Night Shift

É uma série hospitalar mas não tão cheia de dramalhões fúteis como Anatomia de Grey. Em Night Shift vemos o pior das Urgências, os melhores médicos e as maiores loucuras. 

A primeira temporada deixou-me a babar! Queria mais, e mais, e mais. Quase que espumava da boca, no entanto a segunda temporada demorou a chegar e, sem saber como, quando me apercebi já rodava a quarta temporada.


Resultado de imagem para bones tv show
3. Bones

Uma brilhante antropóloga forense - e a sua equipa de nerds - alia-se a um dedicado investigador do FBI para solucionar os mais variados homicídios e dar voz aos que já não podem falar.

Uma combinação improvável que, contra todas as possibilidades, deu certo. 

Abandonei a série sem qualquer razão mas agora regressei e, como não sabia onde tinha parado, resolvi voltar a ver tudo do início.


Resultado de imagem para nashville tv show
4. Nashville 

Uma excelente série para os amantes de música no geral, e para os amantes de música country em particular ou para quem, como eu, nem sequer sabia que gostava de música country.

Entre concertos, discos e canções, são as personagens complexas com os seus medos e as suas esperanças que nos fascinam.

Distraí-me apenas por um momento e não me apercebi que a quinta temporada já ia avançada e que uma das minhas personagens favoritas tinha morrido. WTF!?


Imagem relacionada
5. The Walking Dead 

The Walking Dead estreou em 2010 e rapidamente conquistou legiões de fãs por todo o mundo. Todos viam The Walking Dead, todos falavam de The Walking Dead e, como acontece com todas as tendências, eu ignorei.

Gosto de esperar que a euforia acabe para que, com calma, eu possa assistir e formar a minha opinião sem interferências externas.

Comecei a ver The Walking Dead numa noitada de trabalho em que pretendia qualquer coisa para ir espreitando e que me ajudasse a não cair desmaiada em cima do portátil. Vi a primeira temporada e, ao contrário do que esperava,  gostei. Passei para a segunda temporada e o meu entusiasmo foi esmorecendo. Acabei por abandonar a série e não sei se vou retomar.

Reading Time:

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Manuela Moura Guedes, sua grande cabrinha!
julho 20, 2017 13 Comments
Que o mulherio gosto de se sacanear, já todas nós sabemos. Agora, na minha humilde perspectiva, existem situações que são completamente desnecessárias, como é o caso desta partilha da Manuela Moura Guedes na sua conta de instagram.

Aos 61 anos, Manuela Moura Guedes exibe físico invejável

Numa palavra: foda-se! Uma pessoa anda aqui a dar no duro, a suar que nem uma vaca com o Shaun-T e os seus exercícios do inferno, a comer brócolos cozidos ao vapor e pescada sem sal, e o raio da mulher está melhor aos 61 anos do que eu aos 25!? 

Cum caraças! Ninguém merece... Gorda por gorda, que venha uma bola de berlim para mim e uma grande salva de palmas para a Manuela que está toda enxuta. Dá-lhe, miúda!


Reading Time:

quarta-feira, 19 de julho de 2017

A Música Da Semana
julho 19, 2017 9 Comments
Resultado de imagem para beauty and the beast

Pensei que ia chorar baba e ranho durante a nova adaptação cinematográfica do clássico "A Bela e o Monstro", mas aguentei-me como uma crescida... Pelo menos até ouvir Evermore, que rapidamente entrou para a minha playlist.

Qual foi a vossa música favorita neste filme?
Reading Time:

terça-feira, 18 de julho de 2017

Carvoeiro, Portugal || Sandoskas.
julho 18, 2017 3 Comments

Cá por casa temos o hábito de, em dias de praia, fazer um almoço mais rápido e, entre tantos bares e restaurantes, o Sandoskas destaca-se pela entrada que tem como companhia uma montra de gelados, pela imagem clean e por oferecer a típica comida de almoços de praia - pelo menos para nós.

Localizado numa das artérias do Carvoeiro, o Sandoskas veio completar a vasta oferta da vila no que diz respeito a restauração.

Entre sandes, saladas, hambúrgueres, cachorros e baguettes, as rainhas são mesmo as tostas gigantes. E quando digo gigantes é apenas para vos avisar. É possível pedir meia tosta e é isso mesmo que devem fazer se forem almoçar sozinhos, e dificilmente vão ficar com fome. 

Para além disso, podem completar o vosso menu com sopas, massas e outros pratos rápidos. No entanto, com a mesma sinceridade que vos digo que adorei as tostas também digo que a esparguete à bolonhesa carecia bastante de tempero. 

É um espaço agradável para um almoço rápido , afastado do calor escaldante da praia mas, ainda assim, suficientemente perto para voltar para lá em 5 minutos a pé caso estejam a sentir carências de vitamina D. O preço, tendo em conta a localização e a qualidade - principalmente das tostas - é bastante aceitável.

Para terem uma ideia mais precisa - e porque o aceitável depende de carteira para carteira - nós pedimos: duas sopas do dia (2€ cada uma), uma tosta gigante (9€), uma esparguete à bolonhesa (7€), uma salada (7€), uma dose de batatas fritas(2€), um sumo de laranja natural (2€), uma água (1€) e uma cola (1,70€). E posso-vos dizer que, para três pessoas, foi um exagero de comida e saímos de lá todos a rebolar.

Reading Time:

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Dilemas De Segunda-Feira
julho 17, 2017 2 Comments

Depois de um fim-de-semana dividido entre a capital e a costa alentejana, a vontade de regressar ao trabalho é praticamente inexistente.

Alguém sobre do mesmo mal?

Reading Time:

sexta-feira, 14 de julho de 2017

SEGÓVIA, ESPANHA | Alcázar de Segóvia
julho 14, 2017 4 Comments

Existem poucas palavras que consigam expressar a beleza do Alcázar, construído no topo de uma rocha e ladeado por vegetação verdejante no entanto, se tivesse que o descrever em poucas palavras, as escolhidas seriam: conto de fadas.



Quando saímos da Igreja de Vera Cruz fomos beber um café e pedimos indicações. Como o parque de estacionamento nas proximidades do Alcázar era pago, resolvemos deixar o carro no parque da Igreja de Vera Cruz e subir pela escadaria na encosta. O ambiente é lindo, a vista é do caraças e, no fim, os vossos glúteos vão ficar ao nível de uma modelo da Victoria's Secret.


Nesse dia a fila para a bilheteira era gigantesca no entanto era uma fila única e existiam diversos balcões a atender portanto despachamos-nos num instante. Por maior que possa ser a fila, não desistam! O atendimento é rápido e eficiente e a visita vale muito a pena.


O Alcázar é enorme e merece ser explorado devidamente portanto vão com tempo, levem o vosso calçados mais confortável e uma garrafa de água como companheira, principalmente se forem nos meses de verão.


O Alcázar divide-se em três zonas: o Palácio, o Museu de Artilharia e a Torre D. Juan II. Nós optámos pela entrada completa, que permite visitar os três espaços e pagámos 8€ por pessoa. Podem optar ainda por visitar apenas o Palácio e o Museu, com um custo de 5,50€, ou apenas a torre D. Juan II, por 2,50€. 

Atenção que a subida à torre não é aconselhada para pessoas com mobilidade reduzida ou outros problemas de saúde.


Como complemento, podem ainda optar por pediu um audioguia, mediante o pagamento de 3€ e uma caução de 5€ que será devolvida no final, ou pedir uma visita guiada "aberta", mediante o pagamento de 1€. A visita guiada "aberta" normalmente acontece a cada meia hora e não precisam de ter um grupo formado, basta que outros 4 visitantes também estejam interessados.


Se preferirem ter um guia só para vocês, podem solicitar um, mediante o pagamento de um suplemento de 40€. Atenção que todos os valores de audioguia, visita guiada "aberta" e guia não incluem entradas!


Se tiverem alguma dúvida ou questão que queiram colocar, terei todo o gosto em ajudar. 

Para saberem mais sobre moradas, preços, acessibilidade e como chegar basta visitarem o site do Alcázar de Segóvia.

Reading Time:

quarta-feira, 12 de julho de 2017

A Minha Vida Dava Um Filme #1
julho 12, 2017 8 Comments

Quando uma mãe te diz que o filho só come "NÓGÉTES" e tu tens de fazer um esforço do caraças para não te rebolares no chão a rir.

Reading Time:

segunda-feira, 10 de julho de 2017

SEGÓVIA, ESPANHA | Igreja De Vera Cruz
julho 10, 2017 5 Comments

A Igreja de Vera Cruz não estava no nosso roteiro mas foi o primeiro momento que vimos - e visitamos - assim que chegámos a Segóvia. Aliás, Segóvia não estava no nosso roteiro mas, durante a pesquisa, deparei-me com uma fotografia do Alcázar e fiquei perdidamente apaixonada.  E soube de imediato: desse por onde desse, teríamos que parar em Segóvia a caminho de Madrid.


Decidi adiar um pouco o meu sonho de percorrer os corredores do Alcázar e resolvemos visitar a Igreja de Vera Cruz primeiro lugar. E foi a melhor decisão que tomámos, a igreja é simples e relativamente despida de adornos e artifícios, mas essa mesma simplicidade que nos cativa e nos faz querer explorar este pequeno recanto. No entanto julgo que não lhe teríamos dado o devido valor se viéssemos já inebriados com a exuberância do Alcázar. 

A igreja, de estilo românico, foi fundada no século XIII pela Ordem dos Cavaleiros Templários e foi inspirada no Santo Sepulcro de Jerusalém. 


O estacionamento é o mais simples possível, existe um terreno de terra batida que permite o estacionamento mesmo nas proximidades da igreja e, melhor de tudo, é gratuito! O valor da entrada também é convidativo: 2€ para o público geral e 1,25€ para grupos. Não existem descontos para estudantes.
Reading Time:
Sobre as Escolhas Difíceis.
julho 10, 2017 3 Comments
O pior de crescer é, sem dúvida, as escolhas difíceis que temos que fazer praticamente todos os dias.

O que antes eram escolhas entre azul ou verde, salame ou empada, Navegantes da Lua ou Dragon Ball. Agora são escolhas entre seguir os sonhos ou apostar numa profissão "com saída", emigrar ou permanecer no país origem, jogar pelo seguro ou arriscar. 

Faz parte do crescimento, é certo. Mas não deixa de ser difícil.
Reading Time:

domingo, 9 de julho de 2017

As Boas Raparigas Não Sobem Na Vida.
julho 09, 2017 2 Comments
Resultado de imagem para as boas raparigas nao sobem na vida
Curiosos? Eu também, não resisti e trouxe-o comigo.

Para mais informações sobre o livro cliquem aqui.
Reading Time:

sábado, 8 de julho de 2017

Particularidades #112
julho 08, 2017 4 Comments

Tenho o dom de descobrir livros que me fascinam nas noites em que é suposto deitar-me cedo.
Reading Time:

sexta-feira, 7 de julho de 2017

O FILME DA SEMANA | WILD [2014]
julho 07, 2017 2 Comments
Resultado de imagem para wild 2014

Após a morte da mãe, Cheryl entra numa espiral de autodestruição, drogas e depressão. Quando atinge o fundo do poço, Cheryl decide que está na altura de mudar e ser a mulher que a mãe sempre soube que ela conseguiria ser mas, para que isso aconteça, Cheryl precisa de se vencer a si mesma e sair da sua zona de conforto.

Com o objetivo de se voltar a encontrar, Cheryl decide fazer a Pacific Crest Trail (PCT). Um percurso que conta com cerca de 4 260 km, desde a fronteira dos Estados Unidos com o México, até à fronteira com o Canadá.

Por entre percursos montanhosos, deserto e cenários idílicos, vamos conhecendo um pouco mais sobre a vida de Cheryl e acompanhando a sua luta diária e solitária.

Wild não é um filme genial mas, pela sua simplicidade e forte carga emocional, conquistou o meu coração de marshmallow. Não é um filme que vá ver vezes sem conta - muito provavelmente não o irei voltar a ver - mas deu-me vontade de agarrar na mochila, partir à aventura, desafiar-me e descobrir mais sobre mim própria. Não poderia pedir mais.

Classificação Encantada: 7
Classificação IMDb: 7.1
Reading Time:

quarta-feira, 5 de julho de 2017

A Música da Semana
julho 05, 2017 5 Comments

A eleita desta semana foi a nova música de Diogo Piçarra, Só Existo Contigo.

O que acham?
Reading Time:

@way2themes