Avançar para o conteúdo principal

5 MOTIVOS QUE ME FIZERAM VOLTAR AO GINÁSIO.


Depois de partilhar convosco um pouco sobre o meu historial físico, considerei importante referir os motivos que me fizeram regressar ao ginásio.

1. Eu não era suficiente. Não me interpretem mal, não estou aqui armada em muro das lamentações mas a verdade é que o pouco exercício que fazia em casa não era suficiente e não me sentia com motivação para começar novamente um plano de treino mais agressivo como o Insanity Workout. Optei por voltar ao ginásio que já me ajudou uma vez a alcançar o meu peso ideal.

2. A obrigação. Sou muito responsável como o meu dinheiro e tento sempre evitar gastos supérfluos por isso é muito importante para mim saber que estou a aplicar bem o meu dinheiro. Pagar a mensalidade é um compromisso maior do que qualquer promessa que possa fazer.

3. Os custos. Parece contraditório mas estava numa fase em que queria tanto uma cura milagroso para voltar ao meu peso ideal que, depois de interiorizar que não ia conseguir encontrar uma máquina do tempo, estava tentada a experimentar dietas e produtos mais específicos - e caros! Deixei-me de aventuras e resolvi investir 30€ mensais no meu corpo e na minha saúde.

4. Os Resultados. Já conhecia o ginásio, gostava do ambiente e dos profissionais e o ginásio foi uma parte bastante importante quando consegui atingir o meu peso ideal. Como não pratico exercício com frequência, assim que o passo a fazer de forma regular, o meu corpo diminui bastante o volume e deixa de abanar como gelatina num tornado.

5. O Banho Turco. Podem gozar comigo. Podem soltar risinhos. Bolas, podem mesmo rebolar-se no chão a rir e a espumar da boca mas as recompensas funcionam muito bem comigo e não existe melhor recompensa do que um banho turco no final de um treino.

Comentários

  1. Eu bem que gostava de gostar de ginásio... mas não é para mim. Ainda andei aqui num, de início até ía pelo menos uma vez por semana mas era um processo bastante complexo de mentalização para me fazer ir até lá - vá, tem de ser, isto faz-me, e tenho de me mexer, e estou a pagar esta treta, 'bora lá com isto... não queroooo. E o gambuzino também não é dos maiores fãs de ginásio. Então decidimos sair do ginásio e agora estamos inscritos num club de badminton. Badminton sim, é coisa que levo a sério e gosto :D

    ResponderEliminar
  2. Eu adorava fazer sauna no final do ginásio!!

    ResponderEliminar
  3. O mais importante é mesmo que te sintas bem contigo própria! =)
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  4. AhAh eu também adoro o banho turco.
    Não há nada melhor do que terminar o treino e entrar lá dentro para relaxar 10 minutos. Sabe mesmo bem e faz bem também :)

    ResponderEliminar
  5. Fazer desporto só traz vantagens, é sempre uma boa decisão. :)

    ResponderEliminar
  6. Acho que cada um tem de encontrar a sua motivação! Se resulta, força!

    ResponderEliminar
  7. Ando a precisar urgentemente de ganhar coragem para voltar ao ginásio :(

    ResponderEliminar
  8. O importante é que te sintas motivada para regressar aos bons hábitos. Bons treinos :)

    ResponderEliminar
  9. O que eu sinto falta no ginásio é o banho turco e a sauna :)

    Um beijinho no coração, fica com Deus!
    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderEliminar
  10. Tenho imensa pena de não ter ginásio mais perto de mim, o mais próximo fica a 30 km de distância :/ Eu sou uma grande preguiçosa mas acredito que com um ginásio mais perto eu conseguiria mudar um pouco a minha preguiça! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Banho turco? O teu ginásio tem banho turco? Caraças!! Assim até eu ia ao ginásio mais vezes :p

    ResponderEliminar
  12. No meu caso, se o ginásio não tivesse aberto a uns meros 100m de minha casa, talvez ainda tivesse à espera de um milagre caído do céu :P

    Sara
    http://keep-choosing-joy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.