Avançar para o conteúdo principal

SÉRIE | This Is Us

Alerta: Não não vejam está série se não estiverem preparados para ficar viciados.

Imagem relacionada

Um casal à espera dos seus primeiros filhos. Um ator cansado de papéis superficiais e que ambiciona trabalhos mais profundos e exigentes. Uma mulher que problemas de obesidade. E um homem que, após 36 anos, decidiu procurar o seu pai biológico. 

Aparentemente os envolvidos não têm nada em comum, à excepção de partilharem o dia de aniversário, mas até que ponto irá isso influenciar as suas vidas? This Is Us é uma série completamente diferente do habitual e a forma como esta história é contada capta a atenção constante do espectador, desde o primeiro ao último segundo.



"There is no lemon so sour that you can't make something resembling a lemonade."


Para quem se lembra d' Os Lusíadas de Luís de Camões, certamente irá reconhecer a narrativa In Media Res. In Media Res é uma técnica literária em que a narrativa se inicia a meio de história e os acontecimentos anteriores são introduzidos através de flashbacks ou dos diálogos entre as personagens. Curiosamente, é uma das minhas técnicas narrativas preferidas devido ao seu dinamismo, pouco propício a momentos de tédio.


A série centra-se em temas familiares, problemas de quotidiano e lutas pessoais que mantém a sua autenticidade de episódio para episódio. É a sua simplicidade, perfeitamente equilibrada com a sua profundidade, que nos prende e cativa. Esta série tem tudo de bom e poderia falar dela até me cansar mas  



"Randall is not free of vice. His vice is his goodness."



This Is Us estreou no último trimestre de 2016 mas foi só durante este mês que eu decidi espreitar o primeiro episódio. A minha intenção de ver o primeiro episódio rapidamente se transformou numa decisão de ver os dezasseis episódios disponíveis até à data. Admito, sem vergonha nenhuma, que os despachei em três dias e continuo ansiosa por mais. E não estou sozinha, está série foi tão bem recebida pelos espectadores que já foi renovada para mais duas temporadas.




Convido-vos a ver o trailer, que está longe de ser genial mas dá para ter uma pequena ideia sobre a série.

Há por ai mais alguém viciado em This Is Us

Comentários

  1. Era este post! Quando abri não me apareceu nada, agora já consigo ler. Já não é a primeira vez que acontece :/

    ResponderEliminar
  2. Estou no segundo episódio e já fiquei agarrada à série. Muito boa!

    ResponderEliminar
  3. Tenho os episódios gravados na box à espera de serem vistos. Na altura vi na fox life a apresentação do primeiro episódio e chamou-me a atenção. Agendei as gravações e a ver vamos se brevemente começo a ver os episódios.

    ResponderEliminar
  4. Tem sido uma das minhas séries preferidas. Estou sempre à espera de novos episódios! :D

    ResponderEliminar
  5. Vi o primeiro episódio esta semana.:D

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. 3 das minhas amigas estão agora a ver a série e estão totalmente viciadas, tanto que já sei spoilers. Mas, muito honestamente, tu é que me deste vontade de ver...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.