Avançar para o conteúdo principal

OSCARS | Hacksaw Ridge [2016]

"Desmond Ross, um adventista do Sétimo Dia que viveu uma infância atribulada na Virgínia rural, alista-se no exército durante a Segunda Guerra Mundial a pesar das suas crenças pacifistas. Depois do seu desejo de servir como médico não armado ser aprovado pelos oficiais, Desmond é enviado para o combate e salva dezenas de vidas durante a Batalha de Okiwana."


No último fim de semana resolvi iniciar o meu auto-imposto estágio para os Oscars. Como pouco, ou nada se quisermos levar a sinceridade ao extremo, sabia sobre os nomeados resolvi começar de forma completamente aleatória e vi Hacksaw Ridge.

Logo no início do filme somos informados que o filme se baseia numa história verídica o que para mim é sempre um ponto positivo. O filme é dramático, cru e assustadoramente sincero, e eu não esperava menos de um filme dirigido pelo talentoso Mel Gibson.

O desrespeito pelas crenças alheias e a maldade permanentemente presente são chocantes e tornam-se ainda mais assustadores quando, após alguns momentos de reflexão, nos apercebemos que, afinal, não evoluímos assim tanto.

A fé, a coragem e a determinação de Desmond são, sem qualquer sombra de dúvida, uma inspiração e uma fonte de esperança num mundo que, infelizmente, tem mais humanos do que humanidade.


Classificação Encantada: 8
Classificação IMDb: 8,4

Comentários

  1. Deve de estar mesmo bom o filme! Tenho de ver

    ResponderEliminar
  2. Não gosto nada de filmes de guerra mas este convenceu-me. A história do Doss é comovente, especialmente pela sua força de vontade. Sem dúvida um dos melhores filmes de 2016!

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  3. E acho o Mel um grande ator e diretor. Ele tem o dom de captar toda a dor e a maldade por trás de atos "humanos", talvez até por conta do que ele passou.
    Não conhecia o título e também não assisti. É bom saber do que se trata e a resenha, mas não consigo ver a violência, mesmo sabendo que é só encenada.
    Realmente, é um mundo com mais humanos que humanidade.

    Abraços e feliz dia.

    ResponderEliminar
  4. Não vi este filme, mas tenho curiosidade!

    r: Verdade :)

    Também não conhecia, até chegar à tiger e deparar-me com aqueles dados. Achei mesmo interessante

    ResponderEliminar
  5. Ainda não vi mas estou curiosa! Também estou em estágio para os Oscars!

    ResponderEliminar
  6. É um filme brutal, não é?, em todos os sentidos. Muito gráfico — confesso que não esperava tanta violência — mas depois acaba por ser tão bonito que nos arranca o coração do peito. Não o via outra vez (pela carga emocional e gráfica das imagens) mas é um filme que VALE MUITO a pena ser visto :) eu gostei muito!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Este é um dos filmes que está na minha lista

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia, mas parece um filme bem porreiro :)

    ResponderEliminar
  9. Óptima dica para eu fazer no próximo fim de semana: ver este filme (:

    ResponderEliminar
  10. Eu quero, definitivamente, ver este filme.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.