Avançar para o conteúdo principal

Quando Tudo Não Chega.

Dizem que, por vezes, o amor não é tudo. Discordo. É verdade que existem outros fatores a considerar como a saúde, a vida profissional, a situação financeira... mas sempre acreditei que, quando existe amor, tudo se resolve.

Estou a falar de amor verdadeiro, sincero, avassalador, sem exigências nem cobranças. Um amor que nos consome, um amor que está sempre presente. Não tem necessariamente que ser um amor romântico, pode ser um amor maternal, fraternal, ou mesmo entre dois amigos. O que interessa é que seja amor, e que seja sincero.

Nos últimos, devido a certos acontecimentos com pessoas que me são próximas, ponderei seriamente a minha posição. Pensei, ponderei e questionei. Afastei-me, observei de longe e, apenas por uns momentos, deixei de lado a miúda que acredita em contos de fadas e no melhor de cada um. 

Fiz bem. Faz sempre bem. Não há nada como duvidar, questionar e analisar para formar opiniões concretas. E, depois de tudo, posso afirmar que continuo a acreditar. O problema que muitos se recusam a encarar é que, para ser verdadeiro e plenamente vivido, um amor precisa de ser partilhado!

Podes dar tudo de ti. Podes escrever cartas. Podes fazer surpresas. Podes mostrar o quanto essa pessoa é importante para ti. Podes mover montanhas e alcançar estrelas. Podes dar tudo, e até um bocadinho mais. Mas não podes tornar alguém merecedor do teu amor. Não podes construir uma vida em conjunto, sozinho. Não podes ser o único a lutar. Não podes ser o único a querer. E não podes, nem deves, dar tudo a quem merece nada. Porquê vales mais que isso. E porque o amor, o verdadeiro amor, é muito, muito mais que isso.

Imagem de unsplah.com

Comentários

  1. Sábias palavras! Concordo a 100%! :)
    ps: eu também acredito, não como a menina sonhadora que fui outrora, já n acredito no conto de fadas, mas ainda acredito no amor

    ResponderEliminar
  2. Muito bem dito, miúda!
    Às vezes temos que nos amar primeiro e perceber quando merecemos mais!
    Beijinhos
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. "E não podes, nem deves, dar tudo a quem merece nada." Tão verdade...
    Adorei as tuas palavras e este post ! Concordo 100% contigo. Considero que onde amor verdadeiro ultrapassa barreiras e obstáculos.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente muito do que Dizes eé pura verdade... :/ beijinho

    ResponderEliminar
  5. Disseste tudo neste texto maravilhoso, e por isso que temos que acreditar sempre no amor :)

    ResponderEliminar
  6. Isto dos relacionamentos é sempre algo muito confuso porque efetivamente nem sempre o tudo chega para ambos. E o melhor é perceber que quando não dá, não dá mesmo. Seja em que tipo de relação for.

    ResponderEliminar
  7. Eu diria que o amor é quase tudo .. se for mutuo!

    Beijinhos,
    Cláudia
    The Pink Book of Style

    ResponderEliminar
  8. Que belo texto! não conhecia teu blog! e nem sei como cheguei aqui! vou dar uma olhada em outros textos, se forem como esse vou virar fã!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias. 
A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo.
Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.