quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Once a workaholic, always a workaholic.

Tinha prometido a mim mesma que, pela primeira vez desde que terminei o secundário, iria dedicar-me exclusivamente à faculdade, especialmente devido ao elevado grau de exigência do mestrado. 

Foi uma boa ideia, realmente foi, mas está sem efeito. A verdade é que desde cedo que me habituei a suportar as minhas despesas do dia-a-dia e a pagar as minhas propina e, apesar de puder contar com a ajuda da minha mãe, gosto de ser eu a fazê-lo. É algo que me dá um sentido de responsabilidade e independência do qual não quero abdicar portanto amanhã já começo a trabalhar. Vai ser difícil conciliar tudo mas por agora é assim que vai ser.

Fashionable

14 comentários:

  1. Há quem se sinta independente por ir estudar para uma cidade diferente e morar sozinho... numa casa paga pelos pais. ahahah

    ResponderEliminar
  2. Muito boa sorte! Eu tive alguma dificuldade - as minhas amigas foram excelentes e ajudaram-me bastante - e o grande problema está a ser a tese. Mas força nisso!

    ResponderEliminar
  3. Muito provavelmente quando for para a faculdade (next year) também vou ter de arranjar um trabalho. Até porque não quero que os meus paguem totalmente as propinas e porque não me sentiria bem a vê-los a gastar tanto dinheiro na minha educação.

    ResponderEliminar
  4. Nota-se que és uma pessoa organizada, por isso tenho a certeza que irá correr tudo bem! **.

    R: okei querida, quando souberes diz-me algo :')

    ResponderEliminar
  5. Vais conseguir, vais ver! :)
    http://sunflowerssblog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Sei como é ter milhentas coisas para fazer e algumas terem de ficar para trás

    ResponderEliminar
  7. Eu cá comecei setembro a dizer que não queria um horário cheio como o do ano passado. Reaslmente é diferente, trabalho ainda mais horas! Mas consegui organizá-las de modo a estarem mais juntas e conseguir sair antes das 20 (o ano passado saia uma hora mais tarde). É isto! Eu cá adoro trabalhar. Juro!

    ResponderEliminar
  8. A partir do momento em que uma pessoa começa a ter o seu ordenado e a não depender dos pais, é difícil voltar ao estado de dependência. Não é fácil ser-se trabalhador estudante mas tudo se consegue com força e dedicação.

    ResponderEliminar
  9. Muito boa sorte :) Sei que não é fácil conciliar tudo, mas com algum esforço, tudo se consegue. Beijocas

    ResponderEliminar
  10. Também faço o mesmo, não é fácil, mas dá-nos uma independência óptima !

    ResponderEliminar

Christmas TAG [Parte 2]

Tal como prometido, aqui fica a segunda parte da Christmas TAG. 8- Sê honesto, preferes dar ou receber presentes? Não só adoro dar ...