Avançar para o conteúdo principal

O Menino Que Apenas Queria Comer.

Ontem optámos por jantar num restaurante perto do apartamento onde estamos instalados para festejar o aniversário do meu irmão. Fui das primeiras a terminar portanto resolvi aproveitar para arrumar a tralha na minha mala enquanto esperava - sim, eu sei, sou um bocadinho estranha. Estava distraída quando me apercebo que o dono do restaurante estava a vir na direção da nossa mesa, bastante aborrecido, enquanto mandava alguém embora. 

Quando olho para o lado deparo-me com um miúdo com pouco mais de dez anos. Nem tive tempo de ler o pequeno cartaz que o menino trazia mas apressei-me a abrir a carteira para lhe dar 2 euros antes que o expulsassem. O menino apressou-se a justificar ao dono dizendo que tinha quatro irmãos e que só precisava de comida, nem pedia que lhe dessem dinheiro, apenas comida.

Fiquei para morrer. É verdade que muitos pedem e não precisam. Existem pessoas com mau fundo e sem carácter, é uma realidade e não há porque negar. Mas existe igualmente quem seja sincero, quem precise realmente e que agradece de forma genuína o mais pequeno dos gestos. 

Depois do miúdo sair o dono do restaurante insistiu em justificar a sua atitude e sabem que mais?  É a opinião de quem chega a casa, tem o frigorífico cheio e não vê muito além do seu umbigo. Como é que alguém, proprietário de um dos maiores restaurantes da zona, que tem sempre a casa cheia de gente, nega uma refeição a uma criança? Juro que não entendo! Uma pessoa que nem pede dinheiro, apenas pede COMIDA, dificilmente estará a mentir. A situação estragou-me o resto da noite, fiquei com imensa vontade de chorar e só tive pena de não ter dado mais dinheiro ao rapaz. 

Comentários

  1. De facto quando pedem comida a situação é diferente, é sinal que realmente necessitam... Estas situações são tristes... :/

    R: Pois é :pp Estou a aguardar ^^

    ResponderEliminar
  2. Há tanta pobreza por este Portugal fora e cada vez acredito mais naquela frase do "quem mais tem menos dá". Poderia ter dado apenas uma sopa, uma sandes, mas ficar indiferente parte-me o coração. Ainda por cima crianças :(

    ResponderEliminar
  3. Possas :S
    Eu nessas situações acho que chamava novamente o menino e comprava-lhe qualquer coisa para comer. O dono é que podia ter feito isso, enfim...

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente há pessoas que são egoístas !
    No meu local de trabalho por acaso fazemos uma coisa que se chama "refood" que é basicamente dar a instituições comida que não podemos vender por assim dizer (bolos que se partem a desemformar por exemplo)

    ResponderEliminar
  5. Já me aconteceu querer dar comida e não quererem porque o que lhes interessava era mesmo dinheiro. Nestes casos não fico triste mas este caso de que falas é bem diferente. É de uma pessoa ficar mesmo perturbada. Continua a haver gente que só sabe olhar para si mesmo. De lamentar!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock
Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices.
Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento."
Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento. 
Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor.
Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza.
E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez.
Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade. Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer moment…

Pensa Rápido #1

Se pudesses viajar para qualquer lugar do mundo, que lugar escolherias?
A minha resposta está na imagem!