Avançar para o conteúdo principal

Desculpem mas não concordo.


Muito se tem falado de Tess Holliday, uma modelo de 1,65m de altura e 120 quilos, que recentemente conseguiu assinar com uma das maiores agências de modelos do mundo, a MiLK Management. A maioria aplaude e considera uma excelente iniciativa, eu não. Até onde vai a hipocrisia humana que critica - e muito bem - modelos com 1 metro e 70 centímetros de altura e menos de 50 quilos mas aceita com uma salva de palmas uma modelo com 1 metro e 65 centímetros e 120 quilos. Criticam modelos por serem excessivamente magras com o argumento que de que não é saudável, mas será então que é saudável ter 1 metro e 65 centímetros e pesar 120 quilos? Pelos vistos a maioria considera que sim.

Sou a favor da humanidade, tenha ela a forma, cor, altura, dimensão e volume que tiver no entanto se é para defender a saúde que se faça uma campanha séria. Se um extremo é criticado não deveria o oposto ser também? Ou devemos criticar apenas os magros e os gordos que fiquem como estão? A obesidade é um problema tão grave como a anorexia.

Tenham orgulho no vosso corpo e não criem complexos -acreditem, sei bem do que falo - mas antes de se preocuparem com o reflexo no espelho preocupem-se com a vossa saúde e evitem extremos, sejam eles quais forem. Procurem o equilíbrio e o vosso bem-estar mas não se esqueçam que o importante é cuidar de dentro para fora. Cuidem da vossa saúde que o restante veio por acréscimo.

Comentários

  1. alguém que me compreenda, postei no facebook que não concordava nada com isto, que achava que conseguem promover falta de saúde nos dois extremos, que é ridículo, fui logo bombardeada

    ResponderEliminar
  2. Já gosto de ti e nem te conheço. Ainda ontem falei com um amigo sobre isso. Ser obeso não é nada saudável. Essa rapariga, mede mais 2 cm que eu, o meu peso está um pouco acima do que deveria estar e eu sinto-me mal.
    Sendo assim, acho que não deviam encoraja-la tanto, porque pode ter doenças graves devido ao facto de ser bastante pesada.

    ResponderEliminar
  3. Concordo inteiramente, apesar de não gostar de modelos anorécticas, também não acho nada agradável este exagero, Lá cheinhas até gosto de ver, mas assim, não!

    ResponderEliminar
  4. Concordo 100% querida, é mesmo isso, a sociedade parece que se move por modas 1º é porque são muito gordas, depois porque são muito magras e no final já trocaram as voltas e é tudo maravilho!

    ResponderEliminar
  5. Foi uma abordagem muito pertinente e que faz pensar.

    ResponderEliminar
  6. Eu acho estas coisas estúpidas. Depois surge alguém que tem 100 kg e quando vê isto tira da ideia passar a ser saudável, porque lhe apeteceu e porque a mulher lhe deu mais um pretexto para não se preocupar com a sua saúde.
    Enfim
    Adorei o teu blog.
    Enorme beijinho
    http://adonadasushi.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. As pessoas obesas deviam conseguir encontrar soluções!

    ResponderEliminar
  8. Eu sou uma defensora da saúde...saúde acima de tudo, independentemente de se ser mais gordo ou mais magro...

    ResponderEliminar
  9. Não tinha pensado nesse ponto de vista! Bom argumento ;)
    R: Se eu o tivesse, dava-te um pouco xd

    ResponderEliminar
  10. Só mostra, que existem pessoas gordinhas que infelizmente nao conseguem atingir os 50kg e que merecem sonhar e ter sonhos como uma de 50kg tem e conseguir chegar onde elas conseguem...
    Obviamente que não e saudável ter um peso de 120 quilos, mas acredita estas pessoas não têm este peso porque querem.
    Mas sim claro que a obesidade é um problema grave, mas muitas pessoas não têm culpa e quando chega a extremos já não conseguem a vontade é pouca, ou ate gostam do que vêem no espelho.

    Beijinhos* Anaísa
    http://doceerebelde.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Olá, nomeei-te para uma TAG.
    Passa pelo meu blog: http://daytoday19.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Concordo querida!!!


    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. Não fazia ideia disto, mas concordo contigo, sem dúvida!

    R: Obrigado :)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento." Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento.  Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor. Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza. E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez. Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade.  Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer m

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices. Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias.  A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo. Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.