Avançar para o conteúdo principal

Balança parva e pessoas estúpidas.

Queria comprar uma balança de casa-de-banho e, enquanto andava a vasculhar os corredores da Worten, deparei-me com uma que prometia leituras de percentagem de massa gorda, massa muscular, e todas essas coisas que por vezes é melhor nem sabermos, por apenas 19,99€. Como a mais barata era cerca de 13€ e a única coisa que dizia era o peso optei por levar a balança que prometia tudo e mais alguma coisa. Quando cheguei a casa a balança ora funcionava ora dava erro portanto resolvi ir devolvê-la, não ia ficar com um artigo que no primeiro dia já estava a dar problemas.

Já no Atendimento ao Cliente digo que quero devolver a balança e a cabra disfarçada de mulher que estava ao balcão "Então porquê? Não gostou do peso foi?". Sou invadida por um raiva exterminadora e, apesar de me imaginar a morder-lhe a jugular tal Simba quando luta com o Scar, consigo por um sorriso cínico na cara e dizer "Não querida, se estivesse insatisfeita com o peso vinha trocar o rabo e não a balança. É mesmo porque a balança não está a funcionar devidamente". Toca e embrulha, sua porca!

Comentários

  1. Que otária!!! :O Mas a tua resposta foi topo!!!

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Mas que resposta bem dada!! É assim mesmo Tulipa :D

    ResponderEliminar
  3. É preciso cá uma lata para se dizer isso a uma cliente :o

    ResponderEliminar
  4. A mulher disse isso?! Que péssima profissional! Eu acho que teria feito queixa por escrito de tamanha falta de respeito
    Cabra.

    ResponderEliminar
  5. Olha que otária. Não sei como é que essa gente esta a trabalhar com público quando não tem capacidades para tal. Enfim. Boa resposta que lhe deste :)

    ResponderEliminar
  6. Fogo :o essas pessoas deviam ser proibidas de trabalhar na venda ao público. Que falta de educação

    ResponderEliminar
  7. heheheh, sinceramente até foste educada.
    Gente parvinha.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento." Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento.  Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor. Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza. E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez. Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade.  Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer m

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices. Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias.  A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo. Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.