Avançar para o conteúdo principal

Star-Crossed.

Depois de jantar comecei a ver uma nova série. Sim eu sei, tenho um problema mas a culpa nem sequer foi minha! A minha mãe ia ver um episódio de The Big Bang Theory, uma série que acompanhamos já à alguns anos, mas como eu já tinha visto ela sugeriu vermos uma nova e a que lhe despertou o interesse foi Star-Crossed. Fomos às cegas, não sabíamos nada sobre a série mas ainda bem que comecei a ver pois estou completamente viciada! Não me fiquei pelo primeiro episódio como uma pessoa sã faria. NÃOOOO, eu tinha de ver os CINCO episódios que estavam disponíveis tal foi o meu fascínio com a série.

Em Setembro de 2014 (preparem-se) uma nave chega à Terra com Atrianos uma espécie semelhante à nossa mas com biologia e capacidades diferentes. Embora tenham vindo em busca de refúgio os Atrianos foram recebidos com se de uma invasão se tratasse o que causou numerosas perdas e muito ódio de ambos os lados. No entanto nem todos têm vocação para a guerra e um pequeno Atriano de 6 anos refugiou-se num barracão de jardim. Emery, também de 6 anos, vai ao barracão, protege-o do frio, leva-lhe comida e brincam em segredo até que o menino é descoberto e levado.
Dez anos depois os Atrianos continuam a viver isolados dos humanos num sector, que para mim se assemelha mais a uma prisão, e um plano de integração é posto em prática. O plano pretende a interacção e cooperação entre humanos e Atrianos para tal são selecionados 7 jovens Atrianos para integrarem o liceu humano.

Apesar do avanço tecnológico (a série passa-se em 2024) a humanidade não evoluiu. Continua a ser evidente o preconceito, mente fechada, falta de sensibilidade e intolerância para com a diferença. Tanto em humanos como Atrianos. Nenhum grupo, como em tudo na vida, é 100% bom ou 100% mau. Existem bons e maus em ambos os lados e somos imediatamente conquistados pelo melhor que ambos têm a oferecer. Bondade (Emery - humana),Inocência (Sophia - Atriana), Gratidão (Julia - humana) e Coragem (Roman).

Uma série a que não falta nada. Temos romance, intriga, conspiração, maldade, mistério, ficção científica, guerra, paz, bondade, actos heróicos, é só escolher! 

Uma série que, neste momento, é a minha favorita. Aconselho.

Comentários

  1. Nunca tinha ouvido falar... dá tanta coisa na tv!

    ResponderEliminar
  2. Nunca tinha ouvido falar nesta série ! Oo

    R: Obrigada pelo teu comentário querida :')

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Não é muito o género de série de que gosto, mas só vendo terei uma opinião.

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Relacionamentos: É Amor ou Comodismo?

"O amor é a base de qualquer relacionamento." Existem algumas certezas que sempre me acompanharam durante o meu crescimento.  Uma delas, talvez uma daquelas em que acreditava com mais tenacidade, era que todos os relacionamentos se baseavam em amor. Depois cresci, não muito confesso. Continuo a manter uma certa ingenuidade e a guardar com carinho muitos dos meus sonhos de menina mas, inevitavelmente, a vida acontece, e o mundo que inicialmente era a preto e branco, começa a ganhar diversos tons de cinza. E, com muita tristeza minha, apercebi-me que a grande parte dos relacionamentos não tem por base o amor mas sim o comodismo. Quando ficamos por hábito, por não querer admitir que não resultou, por medo do desconhecido ou, simplesmente, porque não temos coragem de abrir o nosso coração ao desconhecido e tentar outra vez. Existem avisos, sempre, mesmo quando queremos negar ou preferimos não encarar a dura verdade.  Quando os gestos de carinho são inexistentes. Quando qualquer m

Mais de 1500.

Imagem de Deathtostock Mais de 1500 publicações, 1507 se quisermos levar a precisão ao extremo. Mais de 1500 opiniões, parvoíces, textos, frases, imagens e idiotices. Não posso dizer que estou surpreendida pelo número de publicações visto que, quando criei este blogue fi-lo com o objetivo de criar algo duradouro, algo que me acompanhasse, crescesse e evoluísse comigo. O que me surpreende são vocês. Vocês, que começaram a ler e gostaram. Vocês, que despendem de um pouco do vosso dia para apoiar, criticar ou dar a vossa opinião. Vocês, que continuam a voltar dia após dia mesmo quando as actualizações são raras. A todos vocês muito obrigado.

Decisões de Menina Crescida.

Tenho a oportunidade de me envolver numa empresa que me irá dar alguma estabilidade e, a longo prazo, uma carreira profissional sólida. No entanto é necessário realizar um investimento inicial que, neste caso, iria envolver todas as minhas economias.  A verdade é que tenho algum receio. O que para a maioria das pessoas envolvidas no negócio pode ser um valor insignificante, para mim abrange praticamente a totalidade do capital que tenho disponível e não consigo deixar de me sentir insegura e algo ansiosa. Detesto a sensação de ficar financeiramente desprotegida, ainda que por pouco tempo. Tenho que tomar uma decisão até dia 25 e espero decidir pelo melhor mas, muito honestamente, não faço a menor ideia do que devo fazer.