Janeiro 2014 - Perfeitamente Imperfeito

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

De volta ao trabalho!
janeiro 31, 2014 2 Comments

Vir ao blogue é giro. Gosto mesmo e todos os dias venho mesmo que não seja para fazer nada. No entanto, como tudo na vida, tem os seus contras.  O TEMPO! Isto porque depois tenho de ir ver o cantinho de A, B, C,..., X, Z... e acabo sempre por me demorar mais do que aquilo que queria. Portanto, é muito óbvio para mim que a culpa disto é vossa por terem espaços tão giros e interessantes.


Agora tem mesmo de ser... de volta ao trabalho!
Reading Time:

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

janeiro 30, 20140 Comments
Não sei o que se passa comigo. Nunca fui pessoa de acordar tarde. Mesmo aos fins-de-semana prefiro acordar cedo para rentabilizar mais o tempo, no entanto, desde que acabei a época de exames dou por mim a dormir até às 11 e qualquer coisa e só me levanto porque me "obrigo" caso contrário dormia bem mais umas horas.

Espero que o relógio biológico volte rapidamente ao normal pois estes dias tem parecido demasiado pequenos.



Reading Time:

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Arte na Neve.
janeiro 29, 20140 Comments
E se Andres Amador fascina quem tem a sorte de o encontrar a trabalhar na praia, Simon Beck fascina que em ambiente mais frios.

Simon Beck cria belas obras de arte na neve ao andar sobre ela com uns sapatos especiais. Simon chega a andar kilómetros para fazer uma obra que, no dia seguinte, provavelmente já terá desaparecido devido a uma nova nevada ou ventos fortes.

Mais informações aqui.

CAREFULLY walking.

Simon found spaces in between lodges and mountains at the Les Arcs ski resort to create his masterpieces.

He creates large, mathematical patterns that have different  effects when viewed from different angles.

It's just hard to believe that he spends countless hours making these...

Only to know that they will be gone from this world within a matter of hours or days.

Reading Time:
Arte em Areia.
janeiro 29, 20140 Comments
Andres Amador passa grande parte do seu tempo na praia na Califórnia, a trabalhar nas suas obras de arte, cuja duração é temporária mas nem por isso a sua beleza e atractividade é menor.

Mais informações aqui.

For Andres, his art is "more about the process and less about the result."

While making his beach mural explorations, he uses a rope as a guide so that he can make the geometric patterns.

beach art14


beach art16

believe
Reading Time:

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

O melhor bolo de chocolate do mundo.
janeiro 28, 20140 Comments


Quando me deparei pela primeira vez com "O melhor bolo do chocolate do mundo" achei que era uma promessa e tanto e não resisti a experimentar, apesar da convicção não ser muita visto que, apesar de gostar muito doces, sou também um bocadinho esquisita e, como gosto de cozinhar, começo logo a pensar em ingredientes que poderia substituir ou alterar de forma a melhorar a receita.

No entanto, "em equipa vencedora não se mexe" e realmente o bolo cumpria a sua promessa. Se é o melhor do mundo? Pois não sei, não provei todos os bolos de chocolate do mundo portanto não posso dar certezas (no entanto se alguém tiver de fazer esse trabalho eu sou a primeira voluntária) mas é, sem sombra de dúvida, o melhor bolo de chocolate que alguma vez provei.

A receita vencedora (e super secreta) pertence a Carlos Braz Lopes. Conta a lenda que Carlos, ao tentar recriar uma receita que havia provado em Paris criou esta maravilha (sem farinha!). As camadas intercaladas de merengue e mousse de chocolate e a sua cobertura de ganache de chocolate, aliados à boa qualidade do mesmo, transformam este bolo numa iguaria que nos faz babar cada vez que nos lembramos dele.

Generosos como só os portugueses sabem ser, Carlos teve de partilhar esta iguaria com o resto do mundo portanto "O melhor bolo de chocolate do mundo" pode ser encontrado também no Brasil, Espanha, Estados Unidos, Austrália e Angola.

Quando a mim babo-me e espero ansiosa pela próxima vez que me deparar com esta maravilha.
Já alguém provou? É o melhor ou nem por isso?


Reading Time:
Boas férias para mim!
janeiro 28, 20140 Comments
http://2.bp.blogspot.com/-Vjlp9LhXWdY/UrmwIuW8TAI/AAAAAAAALes/1J8D5otbqqQ/s1600/large.jpg

Ok... não são bem férias. Tenho que acabar o projeto final para uma cadeira de mestrado e tenho de preparar a apresentação e apresentá-lo dia 11 de Fevereiro.
Lado positivo: Está bem adiantado e as aulas só começam dia 10 de Fevereiro. Lado negativo: Ainda tenho umas boas, e largas, horas de trabalho até o terminar completamente.
Para além disso tenho preparar algumas encomendas até ao final do mês. No entanto gosto. Não tenho as aulas portanto posso girar mais facilmente o meu tempo e investir mais umas horas em projetos que gosto mesmo muito.


Reading Time:
David Keochkerian
janeiro 28, 20140 Comments
David Keochkerian, um fotógrafo francês, dedica-se a captar momentos de beleza efémeros diferenciando-se de outros fotógrafos pela utilização de diferentes técnicas fotográficas.
Ao captar imagens utilizando infravermelhos David mostra-nos imagens fabulosas e diferentes, quase mágicas.





Reading Time:

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

O melhor do meu fim-de-semana!
janeiro 27, 2014 2 Comments
Este fim-de-semana foi daqueles em que não paramos um minuto mas no fim ficamos felizes por ter feito tudo.

Tomei algumas decisões recentemente que vão alterar muita coisa na minha vida (depois explico) mas estou feliz. Não posso dizer que é o meu sonho porque tenho vários mas é, sem dúvida nenhuma, um dos meus maiores sonhos portanto estou feliz e resolvi começar a investir mais na área. A Super Mamã como sempre estava lá para me ouvir e apoiar e como com ela o apoio é mesmo a sério também ela foi fazer umas formações. Ela fez duas. Uma que ensina os básicos sobre a cobertura e decoração de um bolo utilizando pasta de açúcar e outra sobre como moldar flores com a mesma pasta. A minha foi sobre gelatinas (não gozem já). Eu sei, eu sei, ninguém faz formações sobre gelatinas. A minha irmã com 7 anos faz gelatina! No entanto está é diferente. Aprendi a criar um desenho, neste caso flores, todo ele feito em gelatina de modo a ficar no interior de... mais gelatina! Acho que valeu bem a pena. Agora é só comprar uns ingredientes e trocas conhecimentos com a Super Mamã.

O tema era o dia dos namorados.

O topo.

Gerbera.


Papoila.

Gelatina 3D. A flor que se vê dentro da gelatina é toda feita à mão com gelatina portanto é tudo comestível.

Demora horas a fazer mas adorei. Está longe de estar perfeita mas também foi a primeira, espero que as próximas já fiquem melhores.

Reading Time:

domingo, 26 de janeiro de 2014

O melhor do meu dia #8
janeiro 26, 20140 Comments
Depois de um workshop daqueles mesmo interessantes nada melhor do que ir para casa ver um filme com a mamã como já à algum tempo não fazíamos. De manhã combinámos ver "The Hunger Games: Catching Fire" e foi o que fizemos. 

Não sou muito de filmes, prefiro ver séries, no entanto, esta saga cativou-me. Apesar de ter demorado algum tempo até me decidir ver o primeiro, depois de o fazer apaixonei-me. É, sem qualquer dúvida, uma das histórias mais interessantes dos últimos tempos, para além de ser uma lufada de ar fresco face aos três mil quinhentos e cinquenta e quatro filmes que aparecem todos os anos sobre vampiros ou lobisomens, ou então, se estiverem mesmo com muita imaginação vampiros E lobisomens. Ao ver o primeiro filme surgiu o desejo de ler os livros e, nem de propósito, o meu irmão tinha o primeiro volume portanto já só faltam dois. O filme é realmente muito fiel ao livro mas, mesmo tendo visto o filme,  o livro cativou-me tanto que ficou lido num dia. É óptimo. Uma leitura bastante acessível e nada monótona que deixa esclarecidos alguns assuntos que parecem inacabados no filme.

 A meio a pirralha foi juntar-se a nós, o que só tornou as coisas ainda melhores. Adoro estes momentos ♥

Reading Time:

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Um dia...
janeiro 24, 20140 Comments
... quando os presuntos Pata Negra que estão no lugar das minhas pernas diminuírem vou comprar uma destas:

Reading Time:
Sou só eu...
janeiro 24, 2014 2 Comments
... que espero ansiosamente por um grande beijão entre a Hayley e o Elijah? Pensei mesmo que ia ser desta mas, mais uma vez, não houve nada para ninguém. Esta situação está a começar a incomodar-me... 

Reading Time:
janeiro 24, 20140 Comments
Com tanta coisa para fazer distraí-me e deixei passar o episódio dos Originais (shame on me!).  Para juntar à lista segue-se TVD e Nashville. 

Reading Time:

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Ovos Benedict
janeiro 23, 20140 Comments
Ando cheia de vontade de me  aventurar a cozinhar uns belos ovos Benedict. Ando a querer experimentar à imenso tempo e, como nunca provei, se não saírem grande coisa também não tenho termo de comparação :)



Reading Time:

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Tea Lover!

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Piores password´s de 2013
janeiro 21, 20140 Comments
No ano que terminou recentemente a password "123456" lidera a lista das piores password´s seguida da password mais brilhante da história das password´s... "PASSWORD". 

Fabuloso. Ficam aqui duas excelentes ideias, bastante seguras, para quem desejar alterar as suas password´s.
Reading Time:
"os meninos não é para baterem uns aos outros"
janeiro 21, 20140 Comments
Sou uma pessoa optimista. Talvez não por natureza. Acho que aprendi a sê-lo. A esquecer, pelo menos tentar, o que me deixa triste, aborrecida, frustrada, zangada... Nem sempre é fácil. Nunca é instantâneo. Mas é melhor. Pelo menos para mim. Ao relativizar percebemos que afinal não é assim tão mau, que existe (infelizmente) muita gente que vive muito pior, atravessa situações muito mais dramáticas e vive verdadeiras tragédias. E depois de tudo isso, como por magia, afinal aquilo porque estamos a passar não é uma tragédia assim tão grande. Vendo bem nem é uma tragédia, nem sequer um drama, nem mesmo um problema. É um chatice. Aconteceu. Resolve-se.

Talvez por isso seja raro estar em modo "Hulk Smach!". Fico zangada, claro! Aborrecida, irritada, frustrada, triste, chateada o que quiserem. Mas furiosa, mesmo a a sério, é raro.

Na sexta-feira fiquei. Furiosa. Mesmo. Naquele momento, o próprio Hulk ao pé de mim pareceria um cachorrinho adorável e amoroso.

Isto tudo porque, ao chegar à escola da minha irmã ela me disse que duas colegas lhe tinham batido com os casacos. Na minha inocência e esperança de que todos são bons mas as vezes geram-se mal entendidos, perguntei-lhe se já tinha dito à professora. Ela disse que tinha dito a uma mas a outra não (há duas professoras na sala). Fui com ela para contar o que se tinha passado à outra professora. A professora que já sabia do assunto disse que já estava resolvido e que as meninas tinham pedido desculpa e não voltava a acontecer. Ok. Não ia estripar ninguém. Não fiquei agradada mas são coisas que acontecem e se estava resolvido...

A minha irmã, ao contrário de mim e do meu irmão que sempre frequentámos o ensino público, está numa instituição privada. Não somos ricos. Fazemos um grande esforço. Mas consideramos ser a melhor opção devido, principalmente, a uns incidentes em algumas escolas da nossa zona que se deviam, principalmente, a falta de vigilância e às situações, muito desagradáveis, que o meu irmão passou na escola primária.

No carro, conversa puxa conversa, e a princesa acabou por me dizer que quando a situação ocorreu na casa-de-banho, enquanto mudavam de roupa depois da aula de ballet e que estavam sozinhas. O que por si só não faz cair o mundo mas devido a outras situações anteriores me deixou pior do que estragada. Além disso quando lhe perguntei se nenhuma das amiguinhas tinha feito nada para a ajudar, ela ainda respondeu que uma das meninas mais velhas que tinha visto ainda se juntou à festa e resolveu puxar do casaco para lhe bater também. E pronto. Estava tudo estragado. Passei-me completamente. Quando lhe perguntei o que tinha feito ela disse que só lhes pediu para pararem e que não lhes bateu porque "os meninos não é para baterem uns aos outros".

Estava quase a chegar a casa mas voltei para trás para falar com a minha mãe (que tinha ficado a trabalhar) e ela foi logo à escola visto que eu estava no meu estado raivoso tipo dentes de fora e a espumar da boca.

Vão falar novamente com as "meninas" e espero mesmo que a situação não se repita. 

Era visível que ela tinha ficado assustada e com medo que a situação se repetisse. É a pior sensação do mundo querermos proteger aqueles que amamos de tudo o que há de feio e mau no mundo e percebermos que não é possível.

Fico orgulhosa da minha irmã por não se envolver em brigas mas também penso que, em situações destas, tem mesmo é que se defender se não os outros miúdos acham que lhe podem fazer tudo. 
No entanto, depois apercebo-me que não é ela que está mal. São os outros. São situações como esta que me fazem questionar que tipo de falta de educação e exemplos têm miúdos com este tipo de comportamento
Reading Time:

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Touradas sim mas homens em tronco nu nem pensar!
janeiro 20, 20140 Comments
Muito já se falou sobre o (fabuloso) calendário feito pelos bombeiros de Setúbal com o objectivo de ajudar uma instituição de solidariedade o facto de a Cáritas ter recusado essa mesma ajuda.

Na minha opinião é uma atitude de louvar dos bombeiros de Setúbal, a maioria dos bombeiros nos Estados Unidos faz o mesmo e é já uma iniciativa com bastante sucesso. Ajuda quem precisa e alegra quem quer ajudar. Para além disso existe toda uma lista de razões que tornam esta iniciativa uma óptima ideia:

1) Os meninos querem ajudar e não se ficaram só pelas intenções. AGIRAM. O que muita gente não faz... A não ser que seja para criticar e nesse caso, como é óbvio, tudo se levanta da cadeira mas para ajudar nem pensar, que trabalheira.

2) Quem REALMENTE precisa nem se importa muito de onde vem a ajuda. Desde que não tenham assassinado, espancado, magoado ou maltratado ninguém já é o suficiente. Até porque imagino que quem
não tenha o que dar de comer aos filhos, roupa para os agasalhar e sapatos para lhe calçar não se importa se os bombeiros estão em tronco nu ou se estão completamente nus. Ninguém é obrigado a comprar o calendário. É um artigo que, tal como muitos outros, está disponível e só compra quem quer. Ninguém vai ser condenado ao Inferno por ter comprado um raio de um calendário que até se destina a ajudar quem precisa.

3) E não menos importante... músculos daqueles não aparecem do dia para a noite. Acreditem conheço bem quem tente e nada... nem um abdominal do tamanho de uma borbulhinha aparece.

4) A Cáritas parece não ter problema em associar a sua imagem a eventos tão harmoniosos, bondosos e altruístas como as touradas. Entendo perfeitamente. Ver homens em tronco nu provavelmente dá direito a um bilhete de ida para os confins do Inferno mas torturar e matar animais é uma coisa que qualquer religioso devoto deve fazer.


Como não gosto de touradas resta-me ser uma grande devassa e encomendar um calendário destes (esgotou mas algumas de nós esperam por uma nova edição):




Em minha casa vai ser sempre Agosto...




Reading Time:

domingo, 19 de janeiro de 2014

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Época de exames, o terror de qualquer universitário.
janeiro 08, 2014 2 Comments
O meu apoio a todos os estudantes que, tal como eu, estão mais uma vez a "enfrentar" a época de exames.
Tenho 3 cadeiras (licenciatura) para fazer mais um projeto final (mestrado) e a sua apresentação. Tive de deixar duas cadeiras de mestrado para época especial (em Setembro) pois a minha prioridade é mesmo arrumar com a licenciatura de vez. 
É só mais um último esforço, pelo menos este semestre. 
Muito estudo, café, chocolate e boas notas para todos.

Análise Matemática 3 e Muffin de frutos vermelhos.

Reading Time:
Com um beijinho para a Blackbird
janeiro 08, 20141 Comments
Quando, à algum tempo, referi aqui que tinha levado a minha pequena princesa à Capela dos Ossos em Évora a Blackbird deixou um comentário onde dizia que já à algum tempo que andava a pensar em ir à Capela dos Ossos. Como a acho uma querida e gosto muito do blogue dela fica aqui este pequeno mimo com algumas fotografias e principais informações.

Horário.

Preços. Preço normal é 2€. Crianças até aos 12 anos não pagam. Estudantes e maiores de 65 anos pagam 1,50€. Se quiserem tirar fotografias acresce o valor de 1€.
















Reading Time:

@way2themes